Avermelhado

5 de agosto de 2011 //


As vezes eu só quero descansar
Desacreditar no espelho
Ver o sol se pôr vermelho

Acho graça
Que isso sempre foi assim
Mas você me chama pro mundo
E me faz sair do fundo de onde eu tô de novo

[Marcelo Camelo - "Vermelho"]


Em dias como o de hoje eu acabo te amando mais. Não, não acabo. Em dias como o de hoje, em manhãs como a de hoje, eu continuo te amando mais. Continuo, o verbo é esse. Por que é nos momentos em que você me abraça e faz a dor toda voar para longe que eu percebo, confirmo e atesto: é você. É você aquele ser humano que entrou na minha vida para ser o único a me entender completamente, já que isso é um tarefa bastante complexa. Mas você entende. E entende tanto que já sabe quanto preciso falar ou quando só preciso encostar no teu pescoço pra chorar tudo aquilo que meu silêncio grita aos quatro cantos do mundo. Mas só você vê, me consola e me traz de volta para o mundo.

Você é aquela criatura que simplesmente me aceita de qualquer jeito. Aquele que me enxerga e grava cada fragmento de mim com os cílios. E é em dias como o de hoje que percebo como tudo isso é real. Real a ponto de me fazer sentir suas mãos na minha cintura e achar isso o máximo, de sentir sua bochecha encostada na minha e notar que é com essas bobeiras que a vida ganha cor, vira arco-íris avermelhado apesar das nuvens cinzas do céu nublado.

Em dias como o de hoje eu percebo o que você fez e faz comigo. Você me fez virar manteiga, me derreteu toda só para você e eu penso em como isso é legal. É bonito, interessante. Você me fez virar clichê, me fez ser mais uma daquelas loucas-descontroladas-apaixonadas que até ficam meio entorpecidas diante de tanto sentimento. É em dias como hoje que eu percebo que ao longo do tempo aprendi a gostar disso tudo, a achar tudo bonito e a dividir tudo com você. Por que é assim que tem de ser. Eu me divido contigo, te dou um pedaço de mim e em troca recebo um pedaço de ti. Um encaixe interessante e imperfeito, mas que dá certo. Isso é o que importa.


Esse texto seria para o post coletivo, mas saiu com um dia de atraso. De qualquer forma, confiram outros aqui.

7 comentários:

  1. TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!!TE AMO!!! desse nosso jeito muito doido, louco, certo, errado, do jeitinho que ´eo nosso AMoR!.

    TE AMO! Pequena!

    ResponderExcluir
  2. Que texto mais LINDO!
    Que doçura que você transportou nessas suas palavras, parabéns.
    Amei isso aqui!

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto! Incrível a sua capacidade de expressar tudo o que sente em palavras! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Todos os clichês serão perdoados, tenho certeza.

    ;)

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. esse sentir é tão bom. Como já disse em outro blog hoje, sentir-se aconchegado e tão gostoso >>

    ResponderExcluir
  6. Porra, ein Lu??
    Depois que eu li o texto eu fiquei ''EU-QUERO-SENTIR-ISSO'' e ai eu vi o primeiro comentário e fiquei ''PORRA, EIN''
    hahahahahahahaha

    Tá o mais bonito de todos os textos da postagem coletiva. PRONTOFALEI.

    Um beijo, sua linda.

    ResponderExcluir
  7. deixei algo especial para vc no meu blog^^

    ResponderExcluir