Carta para Luciana

22 de março de 2014 //

Recife, 22 de março de 2014.


Oi Luciana, tudo bem?
Para começar, pode parecer estranho o que vou dizer a seguir, mas sou você daqui a dez anos. Não que eu seja alguém cheio de sabedoria e que pode te dar conselhos que mudarão radicalmente a sua vida, mas queria apenas te dizer algumas coisas que podem te ajudar no futuro.

Se eu pudesse te dizer algo que te livre de toda a dor que você ainda vai sofrer, diria apenas para que você não guarde tanto as coisas. Extravase mais, fale mais, transborde de vez em quando. Mantenha os amigos por perto, pois eles são quem podem te ajudar e te deixar menos sozinha. Se arrependa menos, guarde menos culpa. Essas coisas servirão apenas para te transformar em alguém inseguro. Eu sou insegura.

Não tenha medo de errar. Saiba que o mundo não vai acabr se você errar ou fizer algo do qual se arrependa depois. Seja mais persistente. Quando você quiser fazer algo, tente. Como dizem por aí, é melhor tentar e falhar, do que se arrepender de não ter tentado. 

Aproveite sua juventude: leia mais, ouça mais músicas, veja mais filmes e seriados. Não deixe para descobrir essas coisas boas da vida tão tarde. Encontre algo que te faça feliz. Continue sendo curiosa e saiba que isso vai te ajudar muito. Invista mais em você. Se preocupe com os outros, mas se preocupe muito mais com você.

Não tenha vergonha de ser quem você é. Aprenda que muita gente adoraria ser branca e magra como você, então aproveite isso e se ame mais. Isso poderá te ajudar muito no futuro, além de tirar um peso enorme dos seus ombros. E falando em ombros, se exercite, pois não é nada legal chegar aos 25 anos cheia de dores no corpo.

E para terminar, vem o principal: aprenda a esperar. As coisas não vão ser fáceis e nem sempre vão acontecer como você quer, mas aprenda que tudo acontece no tempo certo. Você não vai encontrar o amor da sua vida antes dos 20, mas irá encontrá-lo, tenha certeza. Tudo parecerá impossível de vez em quando, eu sei, mas acredite que, aos poucos, bem lentamente, sua vida irá dar certo.


Um beijo do seu eu de 25 anos,
Luciana.


Este post faz parte da blogagem coletiva de março do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. O tema foi inspirado em um post do Hypeness. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

5 comentários:

  1. Gostei da sua carta. Nossa, eu achei tão difícil também postar isso, mas no fim, saiu. Lembranças nos deixam muito saudosos.
    Beijo.

    www.despindoestorias.com

    ResponderExcluir
  2. Escrever essa carta é uma experiência muito boa, né? Eu preciso terminar a minha!
    Eu amei ler a sua em especial porque também me chamo Luciana, aí quando você começou a escrever pra você mesma e se chamou pelo nome foi quase achar que a carta era mim!!!!
    http://sweetluly.expressorosa.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Rapaz, que coisa dificil que foi escrever essa carta, né?
    Apesar de ser 5 anos mais velha que você (e você já deve ter percebido que esse tempo é o suficiente para nos mudar bastante), me identifiquei demais com seus itens listados.
    Curtir mais, não se tornar tão insegura, enfim. Me vi na sua carta.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Adorei Luciana...

    Eu gostaria de conversar com vc... vou me formar em psicologia... :D

    ResponderExcluir
  5. Luluuuu, vontade de pegar seu eu de 15 anos e botar no colo. *.*
    Seria incrível se pudéssemos realmente nos aconselhar né? Meus conselhos são os que menos ouço. :(
    Que daqui a 10 anos, a maioria dos seus sonhos tenha se realizado.
    Que daqui a 10 anos, a gente não se perca, pelamordeDeus.

    ResponderExcluir