Como é que eu troco de canal?

15 de agosto de 2013 //

A vida anda parecendo a programação televisiva de domingo, depressiva. Você procura algo legal, um programa interessante e diferente, mas simplesmente não acha. É muito drama, piadas sem graça e aquelas desgraças de todo santo dia. É dinheiro que falta, emprego que não aparece, trabalho que não dá prazer, adoecimentos constantes e estresse, muito estresse. Parece até um filme de mau gosto que teima em não melhorar.

Claro que toda essa vibe do mal é intercalada com coisas ótimas, que é para não transformar tudo em depressão. Mas quando a vida teima em te testar demais, ou você cansa, ou você dá a volta por cima em um exemplo mítico de superação. Vamos ficar com a primeira opção, mostrando que desse lado da tela reina o pessimismo gratuito.

Se existe uma força superior, ela está rindo de mim e apontando seu dedo enorme bem no meio da minha cara de desapontada. É triste ter a sensação de que se está caminhando rumo a lugar algum ou a alguma parte de chão que você não faz a menor ideia de qual seja. Não sei para onde estou indo, compreendem? E se tem uma palavra fazendo parte do meu vocabulário desde 2011, essa é "perdida". Cheguei ao limite, sinto isso. Pareço uma bomba que a qualquer tremor pode explodir. E eu explodo a cada coisa mínima que dá errado, vejam só.

Alguém me responde, encarecidamente, como é que eu troco de canal?



Troquei o layout de novo, vejam só. E dessa vez me inspirei completamente no sistema de cores CMYK, gostaram?
O namorado disse que depois dessa, virei designer de vez.

4 comentários:

  1. Adoro seus posts!! Toda vez que leio é como se alguém estivesse escrevendo sobre mim - bem nem todos ;p - mas muitos de seus insights é praticamente a minha vida.
    Parabéns pelo post!
    Greice
    http://sobrevivendomundomoderno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Confesso que me sinto assim também, sem saber o que fazer da vida. Quando penso que ainda há tanto o que ser feito e não há nada planejado, nada concreto, me desespero. Olha, eu não sei te dizer como é que a gente troca o canal, mas um dia desses eu troquei a música melancólica e pesada por uma leve e descontraída, e ela dizia pra eu

    "Mandar os problemas e geral tomar no cu"

    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gostei da nova música! Preciso criar coragem [ou vergonha na cara] mandar tudo pra lá =)

      Excluir
  3. Olha, Lu, eu também me via perdida e sem saber pra onde ir durante muito tempo, e por isso não encontrava meu caminho. Mas sabe, o botão que a gente precisa apertar pra trocar de canal tá bem aqui dentro da gente, é só apertar. Eu ainda não sei exatamente pra onde ir ou o que fazer, mas pelo menos tenho tomado atitudes para que as coisas aconteçam e tenho deixado o pessimismo de lado, o máximo que consigo.
    Acredite em você e as coisas começarão a se clarear.

    Um beijo.


    PS: tudo lindo por aqui ;)

    ResponderExcluir