Um ciclo que não é de deus

by - 18:17


Se tem uma coisa na vida com a qual eu acho que nunca vou me conformar, é o ciclo menstrual das mulheres. Pronto, fui direta. Gente, eu penso que isso foi uma obra do capeta para nos mostrar que ele existe sim e nos odeia. Só pode. Analisemos bem: existe a TPM e aquela variedade de sintomas, depois vem os dias fatídicos e, quando você acha que pode comemorar por eles terem acabado e começa a comemorar, praticamente já começa tudo de novo. Vejam bem, isso não é vida!

No caso das mulheres que são extremamente certinhas, tudo bem. Mas vamos analisar o meu caso, claro. Não tenho cólicas incapacitantes - ô, glória! -, mas sofro com variações de humor que começam na TPM e só acabam, bem, não acabam. Sou abençoada por um lado, verdade, já que vejo gente por aí quase morrendo com cólicas e outras coisas. Desse mal não sofro. Mas vejam só, as variações de humor que eu tenho vão literalmente da depressão à euforia. Se for para criar uma teoria e chegar a um diagnóstico, sofro de bipolaridade durante o ciclo menstrual. Se isso existe de verdade, não sei.


E o pior de tudo é saber que você está com vontade de chorar apenas por causa de uma coisa que seu corpo precisa fazer para que você possa reproduzir. Entendem a lógica do mal? Cara, porque diabos isso tinha que ser inventado? A gente bem que poderia ter um mecanismo mais simples, sem tanta firula e que tivesse o mesmo resultado. Mas não, somos obrigadas a conviver com essa situação infernal. E sim, eu sei que existem milhões de tratamentos para tudo isso. Mas enfim, me deixem reclamar. O que eu queria mesmo era me livrar disso, mas como a Del disse no texto dela, injeções e maneiras de evitar o ciclo são coisas do capeta e sempre trazem efeitos colaterais. Enfim...

Só queria mesmo era compartilhar essa minha indignação. Porque gente, ficar se sentindo uma louca por causa de hormônios é algo desesperador. Você não quer ficar triste, mas fica. Não quer ficar com raiva a ponto de matar alguém, mas fica. Enfim, é como se transformar em um ser desconhecido várias vezes ao dia e durante vários dias. Ou seja, isso definitivamente não é de deus.

A Jess me entende.


Imagens: we♥it e Google.

Você também pode gostar

22 comentários

  1. Oii Lu, que desabafo legal, serve para todas nós.
    Eu também não sofro com as cólicas, mas meu humor muda muito. Fico muito irritada e as vezes, choro por nada. Viu só? É uma merda mesmo neh?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou indignada com esse processo natural... acho injusto! hahaah Como tu disse, é uma merda mesmo.

      Excluir
  2. E essa primeira imagem fica na minha cabeça. Pensava em ser como um rio, mas é literalmente um dilúvio. kkkkkkkkk
    Isso realmente não é de Deus. Aff!

    ResponderExcluir
  3. Sou ainda mais sortuda que você, Lux: além de não morrer de cólicas. não tenho TPM \o/
    Mas concordo que a natureza da coisa podia ser mais simples, haha.
    :**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. WTF!? Agradeça todo dia, viu? Eu me vangloriava tanto, mas depois a vida resolveu me pregar uma peça e pronto. kkkkkk
      Invejei, apenas.
      Beijo, Gabs!

      Excluir
  4. O meu ciclo vem com o pacote completo: TPM das brabas e cólicas de chorar. Nesses dias eu mal consigo sair da cama, ando meio curvada assim, sabe? Horrível.
    Mas por mais horrível que seja eu não faria nada para impedir, justamente por causa do efeitos colaterais que às vezes são bem piores do que a menstruação em si.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelamor, coitadinha de tu. Pelo menos do mal das cólicas eu não sofro. Mas realmente, você sofre tendo e sofre evitando os sintomas. Até isso é complicado.
      Beijo!

      Excluir
  5. Assim que comecei a ler, pensei: esse vai ser pra mim! Dito e certo, Luciana, eu sofro exatamente da mesma forma que você. Cólica quase nula, mas as variações de humor são completamente insuportáveis! Não só pra mim, como pra quem tá ao redor. Também vou da ''depressão à euforia'' em questão de minutos, terrível. E para piorar, quando penso que vou ficar livre, o estresse começa de novo, do nada. Só depois me dou conta - ou então os outros se dão conta por mim - de que estou na TPM. Loucura, loucura, loucura. Não é de Deus MESMO! rsrs


    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem tá ao redor sofre junto, misericórdia. Coitados dos namorados, maridos e afins. E me identifiquei demais com o final do teu comentário, pois é bem assim. Tudo acaba e quando você começa a comemorar, vem a TPM de novo. hahahah

      Beijo!

      Excluir
  6. hahaha Lu, seu desabafo veio em um dia muito propício. Fui hoje no médico porque queria trocar meu anticoncepcional(que tá me dando enxaqueca) e ele quer que eu pare de tomar AAAAAAHHHHH surtei. É o anti que regula meu ciclo, que evita que eu tenha cólicas - tenho cólicas incapacitantes acompanhadas por queda de pressão e enjoos - enfim prevê dias terríveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelamor, Lu, coitada de você! =X
      Espero que consiga arrumar uma boa solução pra isso aí.

      Excluir
  7. Adorei o post e devo dizer que sou assim também. Antes eu tinha muita cólica, quase morria de dor e ficava o dia inteiro deitada enrolada no edredom tomando chá (quase nunca tomava remédio, ODEIO remédios). Mas aí veio a bênção: anticoncepcional. Adeus cólicas!
    Mas a TPM persiste e me atrevo a dizer que ficou pior. No último mês fiquei três dias com oscilações de humor perturbadoras! Não conversava com ninguém, só respondia o que me perguntavam e tinha vontade de chorar por qualquer coisa. Ou ficava extremamente irritada com qualquer besteira. Definitivamente, as coisas deviam ser mais simples para nós...
    OBS: eu ri muito com a cena da Jess procurando emprego hahaha é, a Jess NOS entende hahaah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos criaturas sofredoras, eis um fato. E sim, a Jess nos entende. Nunca vi uma cena tão a minha cara como a dela com TPM. HAHAHA

      Excluir
  8. Me acabeeeeeeei de rir. hahahaha
    Lu, só você mesmo, LUCIANA MARIA SANDRAROSAMADALENA DA SILVASAURO DE BRITO, que consegue fazer de um dramalhão, uma comédia tão gostosa de ser ler. Porque, seria cômico, se não fosse tão trágico. hahahaha
    Sofro das cólicas e dessa bipolaridade, então amiga, bate aqui Õ/, vamos nos aguentar diariamente e sermos lyndas, e loyras e phynas, mesmo na tpm. hahahahahah

    Um beijo.
    Ok. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lyndas, loyras e phynas sempre, nem que seja dando uma de psicopata. hahahahaha o/
      (E esse nome, hein? kkkkkkkk Nem é grande)
      Beijo, Nana!

      Excluir
  9. kkkkkkkkkkk
    adorei !!
    tenho muuuita vontade de chorar do nada quando isso acontece kkk
    beeijo

    ResponderExcluir
  10. Sabe, eu era assim. Eu sei, eu sei! Eu não sou você e eu não passo pelo que você passa, mas eu sofria e sofria muito! Meu humor se alterava de tal forma que as pessoas passavam a me evitar e ficam com medo de mim. Nego preferia ver o capeta na frente a me ver. As cólicas eram muito severas e meu ciclo menstrual sempre foi irregular. Eu tinha crises de choro e aquilo atrapalhava meu trabalho de tal forma que era dar ou basta ou simplesmente não ter vida nesses dias. E a minha vida não podia parar por causa dos meus ovários. Parar de menstruar foi a decisão mais natural, tomada com a ajuda de meu ginecologista e testada com mais de um medicamento. Não me adaptei ao primeiro nem ao segundo, mas o terceiro foi um bálsamo pra minha alma. Sem variações de humor, sem cólicas, sem sangrar loucamente por 7 dias inteiros... Pele melhor, sem ficar inchada ou dolorida... Eu recomendo porque pra minha vida foi a melhor coisa. E as pessoas agora só precisam ter medo de mim quando eu quero. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que decisão linda. Essa realmente é uma coisa a ser pensada, porque chegar no nível de ser evitada pelos outros é o fim da picada.
      Adorei, quem sabe um dia eu siga seu exemplo e deixe o povo com medo de mim só quando eu quiser.

      :3

      Excluir
  11. É uma droga, né? Gente! eu simplesmente não confio em mim, porque como você diz, acho que a TPM vai acabar mas não acaba. Como viver com isso? Você sorri, fica feliz, e do nada puff! some tudo!
    Fácil não...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho TPM, a descobri recentemente, mas a minha não é pré, é pós!
    "Chorar por algo que seu corpo precisa fazer" define. -_-
    Também não tenho cólica, mas tenho uma dor nas pernas do além que me faz acreditar que aliens vivem dentro delas, porque ela vai se deslocando ao longo delas a cada minuto.

    ResponderExcluir
  13. Verdade, verdade, verdade.

    Eu quando estou nesses dias, não tenho paciência com NADA.
    E meu marido ainda reclama da vida.

    ResponderExcluir
  14. Vá cobrar de Eva, que inventou de morder a maldita maçã... não fosse isso, tudo seria um paraíso!

    Beijo, Lu!

    ResponderExcluir