No surprises

by - 01:01


As coisas andam dando errado. Esse ano do cão resolve passar se arrastando e eu acho que devo ter envelhecido pelo menos uns cinco anos durante esses dez meses que passei em casa. A vida anda complicada e parece que nem as coisas simples, como comprar livros, querem funcionar. Você vai lá, se anima, planeja e na hora do vamos ver, dá errado. Isso é frustrante. E a minha maldita cabeça resolve trabalhar em horário integral, insistindo em manter todos os assuntos em um repeat eterno. Por causa disso, reclamo. Reclamo, às vezes, sem perceber. Estou perdida nessa realidade cabulosa.

Estou cansada de planejar tudo. De ter que pensar em mil coisas antes de resolver qualquer assunto, seja ele simples ou complexo. A vontade que dá é de jogar a merda toda no ventilador e se perder por aí. Entrar no primeiro bar, encher a cara com qualquer coisa barata e pronto. Se é para ficar na fossa, que seja em grande estilo: com álcool misturado no sangue e uma ressaca daquelas na manhã seguinte. Até eu, que não bebo, fico com vontade de cometer essa pequena insanidade para ver se a alma extravasa um pouco. 

Chorar não resolve. Comer chocolate, idem. E a felicidade dos raros momentos acaba se perdendo no meio de tanta coisa ruim. Não dá para ser feliz quando seis dias da semana são uma luta pela sobrevivência e sobra apenas um para o descanso. Já diziam os meus professores, o lazer é importante. Por mais que exista aquele papo de "se agarre às coisas boas", é difícil, meus amigos. Principalmente quando você tem fortes tendências depressivas, nenhum best friend para contar os detalhes sórdidos da vida e um superego filhodaputa que exerce seu trabalho de maneira exemplar e fode com a sua autoestima. É revoltante. E triste. Sou eu.

Passo dias me controlando para não despencar, mas é como um ciclo. Me controlo, despenco, dou chilique e volto a me controlar. Cadê o meu tarja preta? E quando a gota d'água aparece e faz o copo transbordar, só me resta utilizar o meu mecanismo de defesa preferido: ficar muda e ouvir música. Só que dessa vez resolvi xingar o mundo aqui no blog e fazer uma playlist com um nome muito sugestivo - melancholia. Aproveitem - e não se matem, por favor.


Você pode ouvir também pelo 8tracks



Você também pode gostar

9 comentários

  1. adorei a playlist e esse ano não esta sendo fácil para ninguém infelizmente

    ResponderExcluir
  2. Parece que estamos com o mesmo sentimento de 'tô na merda' essa semana, né? Também não tenho best friend, quer vir aqui ser a minha? Eu sei fazer esse papel direitinho, rs


    Beijos, amora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qualquer dia a gente tem que sair só para fofocar sobre a vida, viu? hahaha Sim, vamos ser best friends, eu aceito! *-*

      Excluir
  3. "Porque às vezes você se sente tão carente e ao mesmo tempo tão [in]vulnerável a tudo e a todos, que o melhor é realmente ficar quieto e apenas sorrir! Sorrir de uma canseira que irá passar, de um amor que irá chegar, de uma alegria e um contentamento que vai preencher as ‘cinzas’ que até então tentam cobrir seu dia."
    ===
    Engraçado, aquele momento que você escreve um texto e tempo depois descobre que ele tinha uma razão.

    Conheci seu blog agora e achei bem 'diário' aberto, textos expostos de forma que todos nós sentimos e achamos à respeito da vida. PARABÉNS!

    A vida é realmente complicada, mas o essencial e a essência é essa que você descobriu: desabafar, escrever ou reproduzir de qualquer forma o que você vê e sente a respeito dela. Ela é complicada e bota complicada nisso, mas no fim, tudo dá certo... vai dar certo (pelo menos esperamos rs)
    ===
    André Santos
    http://fortuitasconfissoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ano passado foi o meu ano de fossa... mil preocupações e nada do que planejei deu certo.
    Frustração, era apelido.

    Mas esse ano, minha vida deu uma reviravolta tão grande... e tenho ocupado a cabeça com coisas normais, preocupações aparecem... as vezes tenho uma tendencia a crises... mas nada comparado ao ano passado...
    E tudo encarei sozinha e ainda encaro, só não entro em detalhes no meu blog por questões éticas, mas se não, comentaria inúmeras coisas por falta de ter alguém que eu possa desabafar.
    Pq os meus amigos só me chamam quando eles estão na fossa, dai eu tenho que escutar... mas quando é a minha vez de estar na fossa... daí ninguem atende, responde... dá um sinal de vida.

    é.. :(

    força aí! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso tudo é tão complicado, não é, Duda? Te entendo. Obrigada, viu? :)

      Excluir
  5. Poxa vida moça, espero que essa fase dos planos não dando certo seja apenas uma fase. Talvez você necessite apenas de um bom descanso, sem precisar pensar em muita coisa. afaste-se até mesmo dos livros e exercite ficar só em um quarto escuro. Não resolve completamente, mas ameniza bastante.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da tua sugestão, Nina. Realmente pode ser disso mesmo que eu precise. Obrigada!

      Excluir
  6. É muito tenso quando as coisas sempre arrumam um jeito de dar errada e destruir sua felicidade. Ás vezes parece mesmo que o mundo está caindo sobre as nossas cabeças. Por mais que seja difícil, é melhor respirar fundo e acreditar que outro dia vai chegar e as coisas podem mudar.
    Adorei as músicas.
    Beijos
    I Simply

    ResponderExcluir