Enchente da vila

by - 14:01



Enchente da vila

Uma represa rompe-se em minha mente
Pensamentos invadem cada espaço de meu ser
como uma enxurrada destruindo a pequena vila
Levam-me à angústia de perceber
Dominam o que penso ser

Encurralada por si mesma
Perdida no mundo sem saber o por que
Olhos inquisitores lhe cercam
Olhando-a com ar de superioridade

Sim, eles são a lei!
Uma lei sem limites e exclusiva.

A aceitação é a meta
Meta universal de todos os moradores da vila
Sempre correndo atrás do reconhecimento
Esperando o alívio a qualquer momento.

Como uma doença os sintomas espalham-se
Dominam o corpo do fracassado
Está ao ponto do desespero
O que fazer? Como agir?
A qualquer momento e no menor deslize
Simplesmente irá sucumbir.


- Luciana -

Você também pode gostar

0 comentários