Quem é você?

by - 12:31


As palavras a seguir foram escritas por uma amiga... segundo ela, boa parte das palavras foram inspiradas em sua própria visão de vida e no que ela pensa sobre mim. Lendo bem, percebi que realmente parece comigo, ela acertou!



Quem é você?

Quase sempre uma fortaleza impenetrável
Imersa em mistério, segredo e silêncio.
Parece que há um vazio dentro do teu ser
E você nem sabe o por quê.
Às vezes tudo parece tão escuro e frio,
nada parece ter sentido.
É tão segura de si quanto insegura sobre seus desejos e sentimentos.
Às vezes vocÊ parece não se importar com ninguém,
Nem mesmo com você,
E às vezes você deseja apenas um colo para te ninar
E te livrar dos teus temores.
Às vezes você parece tão fria e insensível,
Mas quando baixa a "guarda"
Deixa a mostra uma alma tão sensível e delicada.
Você parece querer mostrar ser forte e inabalável,
Tão dona da situação,
Tão com tudo sob controle;
Mas às vezes você parece ser apenas uma menina com medo do mundo cruel que te cerca.
Do que você tem medo:
Do mundo exterior ou do que pode haver dentro de você?
Então, que é você?
Não sabemo que somos nós,
mas poderemos ser muitas coisas.
Até que ponto somos nós que a fazemos ser assim?
A única certeza que temos é de que ficaremos mais velhos no próximo segundo,
Nem a certeza de existir um amanhã possível para nós, meros mortais,
Seres de carne e osso que um dia apodrecerão,
Nem mesmo somos senhores do nosso destino;
Desejamos ter o controle de tudo em nossas mãos,
Mas o tempo nos escapa,
Os sonhos também nos escapam.
E vamos construindo nossos muros,
Nos escondendo atrás de nossos medos, conceitos...
Vivendo cada dia como se fosse para sempre,
Deixando as coisas para depois,
Em depois que quase sempre não existe.

Sei que a dor às vezes parece insuportável,
E parece já não existir ar para respirar,
E já não há lágrimas que consigam expressar tamanha angústia.
Eu não sei quem você é,
Não sei o que você sente,
Não sei tão profundas são as feridas que sangram em tua alma;
Às vezes vemos apenas escuridão,
Mas acredito...
Acredito que se de vez em quando abríssemos os olhos,
A luz poderia entrar em nossas almas
E iluminar as noites escuras.
Também acredito que na maior parte das vezes preferimos viver na escuridão,
Imersos nas ilusõoes que nós mesmos construímos,
Porque encontrar a luz traz a dor de descobrirmos um pouco sobre o que somos
E sobre o que os outros são,
E tudo pode não ser tão ruim, como também pode não ser tão bom, como imaginamos.
Para que sair de nosso mundo tão solitário, frio e escuro?
Lá não saberemos o que os outros são,
Mas eles também não saberão quem somos.
Então parece mais seguro ficar no mundo que construimos,
Por que, talvez, se os outros soubesses quem somos,
Eles poderiam nos odiar e rejeitar,
E isso doeria mais que qualquer outra dor,
Ser rejeitado pelo outro que tanto precisamos.
Então, para que arriscar?
É melhor viver na solidão que nós mesmos criamos,
Por que estamos bem assim.
Não estamos?


- Renata Ayanna -

Você também pode gostar

0 comentários