Então é Natal

by - 09:04

google imagens

Eu sempre gostei do Natal e desse magic air que Dezembro costuma ter. Quando eu era criança, ficava ansiosa para montar a árvore de Natal e ver as luzinhas piscando, além de acordar de madrugada só para ver o que Papai Noel (claro) tinha colocado embaixo da minha cama. Todo esse movimento sempre era legal.

Com o tempo, alguns detalhes foram mudando, tipo o Papai Noel, claro. Mas a ansiedade permanecia, as idas ao centro da cidade para comprar coisas para a casa, presentes e comidas... sempre era um mês agitado e de expectativas. Mas a gente cresce, as coisas mudam.

Hoje a árvore de Natal está guardada e Dezembro se tornou um mês complicado. A ansiedade mudou de foco e talvez eu só precise ressignificar tudo o que esse mês tem representado. Hoje, mais do que nunca, depois de um 2017 son of a bitch, minha única vontade é de ficar sentadinha esperando as coisas acontecerem e, quem sabe, se resolverem sozinhas.

Eu sei que isso é como esperar um milagre, óbvio, mas é um sentimento do tipo "deixa a vida me levar", mas sem a leveza que a música sugere que esse ato tenha. É algo do tipo "ok, cansei de brigar com o universo". Enquanto apenas observo, sigo olhando as luzinhas de Natal espalhadas pelas casinhas por aí.

Você também pode gostar

0 comentários