Fuck It Awards

23 de janeiro de 2015 //

Estava eu procurando por algum tema legal para postar e dou de cara com o post da Carol e achei a ideia muito boa. Na verdade, o tema faz parte das sugestões de janeiro do Rotaroots e consiste em simplesmente dizer aquilo que você sempre teve vontade mas nunca disse.

Quem me conhece sabe que eu sou briguenta. Perco a paciência fácil e me irrito com as pessoas a ponto de ficar com nojinho dela e querer distância. Sou chata, essa é a verdade. Porém, na maioria das vezes guardo a confusão toda na minha cabeça, naqueles discursos lyndos no qual a gente vai mandar a pessoa tomar naquele canto, falar meio mundo de palavrões e fim de papo. A briga perfeita acontece na minha cabeça, claro. Então, quando vi o post da Carol, pensei em todas as pessoas que eu tive vontade de mandar se foder e não mandei porque sou phyna.


Então, pensando nessas pessoas que eu tanto amo - #sqn - o prêmio Fuck it Awards vai para...

#1. A minha orientadora. Que me faz de idiota toda vez que vou ter orientação com ela, que não atende as minhas quinhentas ligações e que me faz dar altas viagens perdidas. Além disso, em um momento de inspiração divina, resolveu dizer que eu precisava reformular TODO o primeiro capítulo. Detalhe que teoricamente ela já havia corrigido e dito que tudo estava ótimo. 


#2. O ex-chefe que resolveu ser filhodaputa e me enrolar durante semanas para devolver a minha CTPS e entregar a papelada que me ajudaria a ter mais uma parcela do Seguro. No fim das contas, só recebi a carteira de volta. A pessoa tem uma atuação bosta, cheia de irregularidades e ainda é enrolão. Merece muito esse prêmio!

#3. As empresas que só contratam pessoas com experiência e não dão chance para quem está querendo entrar no mercado de trabalho. 

#4. A você, que fica se gabando por que escreve um ou outro texto legal. Se liga, isso não significa que você é a reencarnação da Clarice Lispector, queridinho(a).
 

#5. Os motoristas que não dão a seta e ficam indo de um lado para o outro da pista jurando que tenho o poder de adivinhar o momento exato no qual ele vai se jogar na minha frente. Aprendam que seta não é c* e pode ser dada à gosto do freguês. Dá vontade de quebrar o carro todinho!


Digo a vocês, até que é bem libertador dizer um foda-se na cara de alguém que simplesmente age como um idiota com você. É tipo falar um palavrão na hora da raiva.

E vocês, a quem dariam esse prêmio?

Este post faz parte da blogagem coletiva de janeiro do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

5 comentários:

  1. Hahahahahahahaha! Simplesmente adorei, com certeza vou fazer esse meme. Porque olha, não tá fácil, viu...

    ResponderExcluir
  2. hahahaha adorei, é realmente libertador, quase terapêutico!
    E obrigadinha pelo link, Lu (Luci? Luciana? hahaha) Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por mais experiências libertadoras como essa! haha
      Ah, pode chamar como quiser (Lu, Luci, Lulis, Lux). Fique à vontade! kkkk

      Excluir
  3. Adoreeeeei isso! Preciso soltar o verbo também >:)

    ResponderExcluir