2015 e cadê eu?

by - 13:24

Créditos: Giola Cabri

O ano começou treze dias atrás e até hoje não sei exatamente o que fazer. Se bem não saber o que fazer não é nenhuma novidade na minha vida, mas tudo bem, a gente finge que não é bem assim e ok. Coloquei na cabeça que 2015 já chegou mostrando para que veio. Logo nesses primeiros dias já teve briga, gripe infinita, inflamação misteriosa no olho, chororô, gargalhadas e piadas insanas, preguiça e por aí vai. Mas a questão principal é: cadê eu nessa zona toda? E quando pergunto isso é pelo simples motivo de não estar me encontrando nessa bagunça que não é nova.

2014 acabou e eu não fiz retrospectiva formalzinha, mas preciso fechar a gestalt e então vai um resumo da obra. No ano passado eu fui a abandonadora de planos master. Comecei e recomecei a ler alguns livros, mas não terminei nenhum. Bloguei pouco, abandonei meu trabalho com layouts (acabou, chorare!) e parei de fazer outras tantas coisas que fazia com frequência. Claro que tudo isso foi resultado de uma escolha, mas né, chega uma hora que a gente se afasta muito das origens e se perde no meio da zona toda.

Daí que, diante desse histórico exemplar (#sqn), fui inventar de entrar em um projeto fotográfico, mas deu errado e desisti no terceiro dia. Vejam! Não consigo parar de remoer essas coisas e pensar em uma forma de mudar, de retomar um monte de atividades e poder ser mais produtiva. Com o tempo, descobri que não sou boa com metas e planos que sejam voltados para a minha própria vida, mas que isso é extremamente necessário se você quer alcançar algum objetivo. Ontem, na aula de Planejamento Estratégico, percebi isso mais uma vez e me frustrei por não ter planejamento algum e por não conseguir realizar alguns dos meus desejos.

O mundo cobra produtividade e o que mais se vê por aí são pessoas mostrando como e possível ser feliz desse jeito, sendo planejado, organizado e tendo foco. Mas o que acaba acontecendo também é que se você não consegue ser desse jeito, acaba se sentindo a pior pessoa do mundo, a mais de desorganizada. Foi sobre isso que a Mandy falou no post dela e que eu super concordo. E foi depois de ler o texto dela que resolvi não me cobrar tanto em 2015, mas ainda assim conseguir fazer alguma coisa útil e da qual eu me orgulhe.

Enfim. Pensei em algumas coisas e aí vai a minha lista de desejos para esse ano:

  1. Ser mais organizada. Preciso voltar a fazer minhas listas e anotações, além de voltar a usar agendas. Ultimamente, por conta do caos que se instalou na minha vida, só não esqueço a cabeça por ela ser grudada no corpo. Então preciso retomar tudo isso. Já voltei a anotar pendências na agenda e espero parar de esquecer tanto os meus compromissos.
  2. Blogar mais. O Caixa Preta sempre foi a minha válvula de escape, mas desde o ano passado tenho deixado isso de lado também. Comecei o ano trocando o layout e espero que isso me ajude tanto a escrever mais, como a retomar o meu hábito de ler, que anda bem paradinho. Vamos no que vai dar.
  3. Fotografar mais. Não é que eu tenha fotografado pouco no ano passado, mas isso é tão relaxante para mim, que coloquei na cabeça que preciso disso mais vezes. Então preciso criar vergonha na cara, tirar as câmeras do stand by e sair por aí. Inclusive, comprei a Trip 35 no ano passado, já tenho o filme e ainda não usei. Ou seja, né?
  4. Ser mais calma. Minha calma é muito ligada ao que acontece na minha vida. Se as coisas estão indo bem, sou super zen, mas se estão dando errado, sou a pessoa mais chata e ansiosa da terra. Preciso melhorar nisso, relaxar mais e ver tudo de uma maneira mais leve.
  5. Focar na vida profissional. Esse é um dos pontos críticos da minha vida. Sou frustrada com essa parte e preciso correr atrás de um grande prejuízo. Estou cursando a pós de Gestão Estratégica do Capital Humano e tentando me inserir na área de RH. Claro que ainda estou travada por algumas questões, mas esse é um desejo meu para esse ano, começar a trabalhar na área.
  6. Reorganizar minhas finanças. Acho que esse vai ser um dos maiores desafios de 2015. Não é que eu gaste compulsivamente, mas minhas finanças foram para o ralo junto com o meu desemprego. Percebi que, ao contrário do que pensava, sou desorganizada e não sei lidar com dinheiro. Conseguir um novo emprego vai me ajudar nisso, então vamos acompanhar.
  7. Comprar uma bicicleta e/ou um patins. Acho linda essa vibe saudável que está na moda, de olhar Recife nos domingos e ver um monte de gente se exercitando e divertindo com suas bicicletas, patins e skates. Até tenho dado umas pedaladas esporádicas - com a minha Brisa ou com a Caloi 10 do namorado -, mas quero tornar isso mais frequente. Estou louca para voltar a andar de patins e ter uma bicicleta nova. Vou tentar comprar até o fim do ano, quem sabe eu consigo.
  8. Fazer mais "nuncas". Uma coisa muito legal de 2014 foi o fato de eu ter feito muitas coisas que nunca havia feito antes. Espero continuar fazendo isso, riscando mais nuncas da minha lista imaginária.
  9. Ler mais. Como falei lá em cima, não li nada no ano passado. Não quero participar de desafios literários, mas vou tentar fazer algo a esse respeito. Adoro ler e preciso disso!
  10. Ser mais disposta. Tenho sido a personificação da preguiça e da desmotivação e isso tem me impedido de fazer muita coisa. Sei que isso depende de outros fatores, mas é algo que preciso trabalhar e melhorar muito.
Pois bem, é isso. E vocês, o que desejam ou estão planejando para 2015?

Você também pode gostar

8 comentários

  1. Mor, eu não fiz nenhuma listinha dessa e percebi que é uma boa idéia de direcionamento, já que estou meio coisado também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos fazer nossas listas, amor! Já tem a de cafés esperando.

      Excluir
  2. Já fico feliz de te ver de volta por aqui e estou amando o layout novo. Boa sorte em 2015, Lu, que as coisas se ajeitem <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Dani!
      Boa sorte para nós em 2015. <3

      Excluir
  3. 'FAZER MAIS NUNCAS"

    lembrei de uma frase: 'qual foi a última vez que você fez algo pela primeira vez?'

    preciso focar nisso. Faz tempo que não faço um nunca.


    Beijo lulu
    2015 ahazo pr'ocê;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazer nuncas é uma coisa muito legal, Fê. Retomar isso, vale a pena.
      Beijo!

      Excluir
  4. Ler mais, blogar mais e ser mais organizada também está na minha lista de planos pra 2015. Nós vamos conseguir! Hahahah

    Adorei seu blog. Acabei de conhecer por um banner do rotaroots que coloquei no meu blog.

    Beijos,
    http://www.garotasdizem.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos conseguir!
      Obrigada, sua fofa. E o Rotaroots está mostrando um monte de gente linda.

      <3

      Excluir