I'm in love

12 de outubro de 2013 //

Não sei se é por ser canceriana ou por algum outro motivo, mas tenho mania de lembrar coisas do passado e me sentir nostálgica sem razão aparente. Deve ser por isso que, de todas as playlists que já fiz, a que mais ouço é a Old School. Essa semana foi assim, um repeat eterno. Basta uma ligação e toda uma chuva de lembranças e saudades tomam conta de mim durante bons dias. Acontecido isso, parece que a vida ganha um colorido diferente e eu fico nostálgica e com uma ponta de vontade de voltar lá para o tempo do colégio, tempo no qual eu tinha amigos e longas conversas sobre nossas crises existenciais. Hoje a coisa toda é bem diferente, tem muita coisa boa na minha vida e que eu não quero perder, mas também existem coisas que deixaram muita vontade de ter novamente.

E no meio dessa onda de nostalgia, me senti mais adolescente do que nunca e as consequências vieram rápido: comprei um sapato emo, como disse minha digníssima mãe. Aproveitando que precisava comprar um tênis porque 1) não tive mais nenhum depois que saí do ensino médio e 2) vou precisar colocar o pé na lama e de sapatilha isso fica difícil, decidi que seria a hora de adquirir o tão sonhado All Star. Aí abro um parêntese:

Sempre quis um All Star. Sempre! Mas minha mãe nunca comprou por achar que não era um modelo que combinava com meninas. Daí cresci recalcada e sonhando com aquele modelo clichê que você encontra no pé de 10 entre 10 adolescentes. E adultos também, é claro. Enfim...

Resolvi que era hora e parti em busca de um modelo legal, descolado e barato. Como não consegui esse combo dos sonhos, o processo foi sofrido. Mas enfim, entrei em uma loja e o modelo olhou para mim com cara de gato de botas. Não resisti. Comprei. Mesmo com a minha mãe falando que era emo demais. Mas e daí? E não satisfeita, inaugurei o bendito na primeira oportunidade que tive.

Só que a junção de semana nostálgica e realização de um desejo adolescente tinha que resultar em merda. Estou aqui achando que sou jovem o suficiente para andar com tênis colorido, ouvindo rock antigo e cantarolando alto no carro. Não é uma merda tão grande assim, eu sei. Mas o mesmo tempo que acho super legal me sentir jovem, também me sinto meio amarrada no passado. Sou estranha, eu sei. Só sei que enquanto escrevo isso, namoro a foto dos meus pezinhos coloridos e ouço o Robert Smith cantar que é Friday e ele está in love. Eu também estou, meu amigo. Também estou.

11 comentários:

  1. Lu, desde sempre uso all star, eu coloca um pé de cada par quando ia pra escola era um jeito de fazer amigos, sempre vinham me perguntar se eu tava dormindo e eu dizia que era estilo, hoje com 25 anos, ainda é o que eu mais uso no pé. Uso bota, sapatilha, scarpin, vans, mas o clássico no cotidiano é all star. AMO.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu devo estar no 507º All Star da minha vida. Já tive de tudo o que é tamanho e cor. É o melhor calçado, junto com as Havaianas, do mundo. Uma vez inventei de malhar e comprei um tênis para essa finalidade. Coloquei no pé e pensei: "Eu tenho que usar essa merda horrorosa mesmo? Por que não tem All Star pra academia?". Minha mãe também achava que eu me vestia como um menino na adolescência, odiava as minhas roupas pretas. Mas graças a Alá, nunca interferiu nas minhas escolhas. Pude ser um menininho toda a vida ^^

    ResponderExcluir
  3. Basta uma situação ou objeto que lembre algo que começa a nostalgia e se eu permitir o sentimento perdura a semana inteira.
    Ps: um absurdo você ser privada do direito de usar all star hehe
    Ps2: me identifiquei muito com o seu texto, mega lindo

    ResponderExcluir
  4. Muito legal o texto! Eu estou doidinha para comprar um pra mim, de novo. Sempre usei, mas desde que sai do ensino médio não uso mais, quero voltar a usar o/

    ResponderExcluir
  5. Lu, acho que essa coisa de idade pra fazer e sentir as coisas é uma besteira das grandes. A gente tem que fazer, ouvir, vestir e ler aquilo que nos faz felizes. Deixa essa culpa de lado e vá ser feliz com seu All Star!
    Eu sei que estarei dando a luz e ainda vou ter meus Converse comigo. É o melhor sapato do mundo! :)
    beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo contigo, Anna. Estou tentando me desapegar desses pensamentos bestas...
      E eu ri com você dando a luz com os Converse com você hahahahaha
      Beijo!

      Excluir
  6. Eu já tive All Star há muito tempo e amava. Estou louca para ter um branco, mas hoje nem ando mais usando tênis... O meu pai usa até hoje e acho o máximo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que amor, o seu pai! ♥ Acho tão legal quem usa tênis e não liga pra essa coisa de idade.

      Excluir
  7. Já tinha lido esse texto mas voltei para ver a foto ami demais. All Star e Havaianas são emus calçados favoritos e assim como você ás vezes em pergunto se já não estou muito velhA pra isso, mas na rua vejo pessoas mais velhas que eu que não ligam a mínima pra esse tipo de coisa e então deesisto de pensar. Muito legal o contraste dos pés com o céu - opostos tão perto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa foi a ideia da foto, deixar um contraste. *-*
      E realmente, vejo tanta gente mais velha usando coisas que eu não uso por achar fora da minha idade. Preciso parar de frescura! hahahaha

      Excluir