Andei lendo: parte um

29 de agosto de 2013 //
Faz um bom tempo que não posto nenhuma resenha por aqui, principalmente dos livros que li ultimamente. A questão nem é falta de tempo e talicoisa. Estou apenas sem palavras para resenhar cada livro e fim. Por isso, resolvi juntar tudo numa coisa só e ser breve.

Depois de "Quem é você, Alasca?", li cinco livros. Com o que li antes e não resenhei aqui, são seis. Os temas foram bem variados, teve pois de comédia a romance psicológico. No balanço geral, gostei de todos, mas é claro que alguns entraram para a lista de favoritos. Resolvi dividir tudo em duas partes, então vamos à primeira.


"Precisamos Falar Sobre o Kevin" não virou resenha, mas deveria. Eu sempre fui louca para ler esse livro e me segurei para não assistir ao filme antes. Consegui, diga-se de passagem. Amei o livro, a forma como é escrito e a densidade da história. Desenvolvi uma relação de amor e ódio com o Kevin e com a sua mãe, Eva. E achei fantástico como a Lionel Shriver conseguiu colocar super sacadas psicológicas no meio da história, na relação da Eva com o Kevin e com a Celia. Também chorei, é verdade e preciso admitir. Mas quem leu deve concordar comigo: a história é bem triste, principalmente o final, que me surpreendeu, inclusive. Levou cinco estrelinhas no Skoob, virou favorito e também matéria na 21, com um livro versus filmes que todo mundo deveria ler.

Depois veio "O Lado Bom da Vida", a minha decepção literária, digamos assim. Vi tanta gente falando bem, li sinopses que me deixaram curiosa e ainda teve o bafafá todo do filme. Ganhei o bendito e resolvi ler para tentar tirar o peso que "PFSoK" deixou nos meus ombros. Problema é que encontrei um livro chato, cheio de relatos de futebol americano e rodeios sem fim. Compreendi toda a sacada da história, o transtorno mental do Pat e tal, mas ainda assim achei a coisa toda meio fraca. Ainda tenho fé no filme, mas a vontade de assistir ficou abaixo de zero.

Frustrada com a comédia que não teve nada de engraçado, resolvi voltar para o bom e velho drama. Eu queria mesmo era chorar e por isso comecei a ler "Um Grito de Amor do Centro do Mundo". Por ter lido o mangá, eu já sabia a história, mas ainda assim tinha uma curiosidade enorme para ler o livro, que é best-seller e famosíssimo no Japão. E não deu outra, chorei litros, quase desidratei de tanto chorar com a história da Aki e do Sakutaro. Tristeza define esse livro, que é lindo, mas triste. A história é clichê, mas ainda assim vale a pena a leitura. Ah, e eu já falei dele na 21 também.

Enfim, é isso. Depois eu volto para falar dos outros três livros e também para comentar sobre outros que li/estou lendo.

13 comentários:

  1. Oii Lu, quanto tempo não vinha aqui. Bom desses não li nenhum, mas vi o filme do Kevin, e acredito que o livro seja muito melhor :)

    Chá de Calmila
    FAN PAGE

    ResponderExcluir
  2. Tenho muita curiosidade de ler "Precisamos falar sobre kevin", e fiquei pasma de saber que "O lado bom da vida" não é assim tão legal. O filme é demais! E fiquei super curiosa com o romance japonês também :p
    Ótimo post!
    Isabela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O Lado Bom da Vida" divide opiniões, pelo que tenho visto. Tem gente dizendo que amou e gente dizendo que odiou. hahaha

      Excluir
  3. Tenho fugido de "Precisamos falar sobre Kevin" há um tempo, mas acho que tá na hora de dar uma chance. Já "O lado bom da vida" não me atrai de jeito nenhum. Nem o filme eu encaro HAHAHA
    Quero ver a parte 2 do post!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PFSoK é fantástico, Vanessa, recomendo demais.
      E OLBdV me atraiu por causa da história de hospital psiquiátrico e tal, mas não colou e achei um porre.

      Em breve posto a parte 2! haha

      Excluir
  4. Se eu já tava querendo ler o livro do Kevin, agora então...! Sempre me chamou a atenção e quero muito assistir ao filme, mas preciso ler antes. :˜˜˜

    O Lado bom da Vida eu odiei, e todo mundo que compra eu boto água fria, AHEUHAEUE. Nossa, levei muito tempo pra ler, porque o personagem principal é um porreeeeeee... E o filme é tão ruim quanto.

    Beijo!

    Raquel
    www.pipocamusical.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é bom ler o livro antes, Raquel, pois o filme do Kevin é bem "diferente", digamos.
      Também demorei demais lendo OLBdV hahahaha Achava um saco eles cantando a música lá do time ¬¬

      Beijo!

      Excluir
  5. Oii, vim aqui para lhe avisar que Hoje tem BLOG DAY, e indiquei seu blog no post. Confira > http://chadecalmila.blogspot.com.br/2013/08/blog-day-top-10-blogs-favoritos.html

    Bjinhos : Chá de Calmila
    FAN PAGE

    ResponderExcluir
  6. Agora eu tô lendo "A cidade do Sol" e é um livro muito bom mas ando querendo ler "O lado bom da vida" por que todo mundo anda falando muito bem dele nos últimos tempos.

    isabelefarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. O lado bom da vida, se o autor quis falar só sobre FUTEBOL AMERICANO no livro ele consegui, haha ^^

    XOXO :D
    jovenclube.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Luciana, Olá!
    Sabe que não gostei do livro japonês? Não sei por que não me comovi - e olha que tem tristeza à beça.
    Já em relação ao "Precisamos falar sobre Kevin" estou tomando coragem...
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Nossa! Ele é bem clichê, mas comigo foi impossível não me acabar de chorar.
      Se bem que isso acontece comigo sempre que o tema é amor/tristeza/afins.

      Excluir