Agora é

20 de março de 2013 //




Sonho com você. Acordo com você. Passo o dia com você. Essa tem sido a minha rotina a praticamente mil quatrocentos e sessenta e um dias, porque 2011 foi ano bissexto e isso nos deu um dia a mais.E o mais engraçado disso tudo é que, durante todo esse tempo, você continua morando em cada canto de mim. Seja em dias bonitos ou feios, você sempre está neles, enfeitando um pouco cada detalhe. Você me embonita, sabia?

Te guardar nas minhas palavras é uma das coisas que mais gosto de fazer. Na verdade, te guardo de todo jeito. Te memorizo ao piscar os olhos, um fragmento em cada cílio, formando a imagem que me acalenta nos momentos de saudade. Te guardo nas pontas dos dedos, na memória da pele que sente falta da pressão que a sua mão faz quando descansa na minha perna. Vivo te guardando, fazendo um estoque de você para poder usar naqueles momentos em que a distância se faz presente.

E enquanto te guardo, não grito aos quatro cantos do mundo o quanto te amo. Fico amando baixinho, como sussurro ao pé do ouvido, que é para não correr o risco de deixar alguma boniteza fugir. E desse jeito, assim discreto, me visto de você aonde quer que eu vá. Falo de você em silêncio, escrevo sobre você através de indiretas e todos já sabem de cor a nossa história. Mesmo que eu não fale, você transparece em mim. E até esse texto, que não seria para você, agora é.


Texto para o Desafio #036 do Desafio Blogueiro.


Imagem: we♥it.

7 comentários:

  1. que lindo...dá vontade de juntar sonhos.


    beijo

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAI Lulu! Eu morri de amores duas vezes. Uma quando li teu texto, porque ele ficou todo cheio de suspiros (do lado de cá) e outra quando eu apertei o play, porque desde que o desafio foi proposto eu não tinha ouvido a música ainda.


    PS: Teu layout tá lindão.

    Beijo ♥

    ResponderExcluir
  3. Isso é o que eu chamo de amor, companheirismo transparente. LINDO! *-*

    ResponderExcluir
  4. A melhor parte desse sentimento é poder externar assim, analogias que só quem sabe entende, rs. É muito legal ver que cada amor tem suas formas e eu adoro vê-lo em forma de texto!
    Guardar na pele, na memória, no toque ou nas letras é essencial!

    Até mais. =)

    ResponderExcluir
  5. Belo texto.
    Ando um tanto de vidro por esses dias, depois de um término de namoro.
    ;/
    Mas a vida segue neh?
    Bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Términos são tristes, mas a vida tem que seguir mesmo. Um dia de cada vez, uma dor curada de cada vez. E assim a gente vai.

      Beijo, Mila!

      Excluir