Quinta-feira

20 de janeiro de 2011 //


Hoje acordei e fiquei com vontade de não sair da cama. Por um momento te quis ao meu lado para que eu te acordasse e fizesse manha suficiente para que você me desse muito carinho e não me deixasse levantar da cama. Enquanto tentava me libertar da preguiça, senti vontade do teu abraço, da proximidade. Como uma espécie de ressaca da noite anterior, tudo que eu quis foi que, ao levantar da cama, todo o resto do dia tivesse atividades que pudessem ser divididas contigo. Foi isso. Hoje eu quis fazer tudo contigo, de lavar a louça até tomar café às três da tarde olhando as folhas das árvores balançarem.

Quando fui tomar meu café da manhã nada saudável, te quis sentado na cadeira ao lado comendo bolo de chocolate junto comigo e rindo enquanto pensaríamos como somos saudáveis juntos e adoramos comer bobagens nas horas mais erradas. Pequenos momentos, significados gigantes. Um filme, assistir Dexter contigo enquanto tomo sustos com as reviravoltas dos episódios e tu só olha pra mim e repete como sou "bonitinha" e "fofinha" e todos os "inhas" com os quais tu adora me classificar.

A noite vem vindo. Continuo com minhas vontades insatisfeitas, todas. Permaneço. Crio outras tantas até a hora de dormir ouvindo tua voz, esperando pelo novo dia que se aproxima e onde novas e velhas vontades se misturarão. É uma rotina, uma repetição que encaro como preparação para os finalmentes, para os dias onde as vontades se realizarão. Ainda é quinta-feira, 16:31h e, por um momento, eu apenas desejei você comigo por um dia inteiro.


Imagem: daqui.

10 comentários:

  1. com pequenos momentos que vivemos e que vamos viver ainda estamos construindo esse nosso
    grande, pequeno, medio, vermelho-azul-Lilas amoR!

    Te amo minha pequena!
    Amo!

    ResponderExcluir
  2. O pior é ficar imaginando ele ali, do teu lado, e por incrível que pareça, sentir até o toque dele no seu lóbulo.
    Sentir falta de alguém machuca.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Lu, isso não se faz. Me emocionei de verdade com este texto... eu nunca tive isso também.. um dia inteiro, tomar café juntos, assistir os seriados.. mas nunca foi pelo mesmo motivo do seu, meu motivo era a distância emocional mesmo e essa nunca teve hora pra acabar! O que acabou foi o sentimento mesmo =/ #desabafomodeon

    ResponderExcluir
  4. Nossa, você nem imagina o quanto eu te entendo você. Cada letra suame traduz, traduz minha saudade. Não é engraçado como duas pessoas distintas podem sentir a mesma coisa?
    Até a parte de Dexter haha.

    beijo! :*

    ResponderExcluir
  5. Por um momento, apenas desejamos... Nem que seja e aconteça... Por um momento...

    Beijo!



    PS. Quero seu e-mail...

    ResponderExcluir
  6. Sabe que é difícil comentar seu texto. Por que ele é um retrato. daqueles bem feitos de uma romance romântico daqueles que não enjoam. Não o romance romântico dos contos de fadas, mas aquele a vida real. Iso me lembra até uma música do Caetano. "Não sou nem quero ser o seu dono. É que um carinho às vezes cai bem". E não é só às vezes, mas muita sempre também. Não precisa se grudar o tempo todo, mas uma gentileza ou uma bobagem que faz todo o sentido de vez em quando é que alimenta uma grande amor, um verdadeiro amor.

    Meu beijo!

    ResponderExcluir
  7. E cada palavra descrita aqui é sentida aqui no meu peito. Você realmente cria sentimentos exalando amor por todos os lados.

    beijo grande Lú!!

    ResponderExcluir
  8. tem dias que queremos apenas esse dia inteiro cheio de detalhes e carinhos e mimos, queremos além da quinta todos os dias da semana..

    ResponderExcluir
  9. .

    Nossa! Nunca mais tinha vindo aqui.

    Perdendo teus escritos maravilhosos.
    (Tenho a péssima mania de não olhar as atualizações dos blogs que sigo, só respondo aos comentários)

    Perco muita coisa boa, mas é que só entro apressada. Perdão!

    Teus textos são um mergulho nos sentimentos, muitas vezes adormecidos em nós.
    Saudades do que se faz tão presente em nossos pensamentos e desejos.

    Lindo!

    Beijos pra ti, menina encantadora das palavras.

    .
    .

    ResponderExcluir
  10. Que texto lindo, muito profundo, arrasou!
    Não gosto da rotina, mas acredito que um dia todas minhas vontades sejam realizadas e que todo dia seja um dia diferente e para ser lembrado e nunca esquecido.
    bjus*:)

    ResponderExcluir