Em silêncio

8 de outubro de 2010 //


"Onde você está indo com esse rosto triste?
Não se esconda como um oceano que você não pode ver,
Mas pode sentir..."
(Dave Matthews Band - "Where are you going?")


Me escondo no silêncio, na ausência das palavras que se tornam transparentes diante do que sinto e na falta de gestos. Falta o toque, o afeto. Mantenho-me longe, em uma parte do mundo que supostamente só eu conheço e me tranco. Sete chaves. A voz não sai e o corpo move-se apenas o necessário, falta ânimo, sobra cansaço.

Conversamos em silêncio. Você lê meus olhos que não brilham mais e tenta me trazer de volta para a parte do mundo que nos pertence. Não consigo expressar, mas você entende a minha subliminaridade, minhas vontades estranhas e tudo que não consigo dizer. Apenas sinto, sinto muito e ao mesmo tempo parece que nada sinto.

Canso do mundo e me dou por vencida. Me distancio sem notar, fujo do teu abraço e te beijo sem o calor de antes. Me recuso a baixar a guarda, me tranco para me defender, mas do inimigo errado. É aí que você me diz verdades, me faz reconhecer e enxergar, me tira da estática e me faz chorar. Me traz de volta e depois me faz sorrir novamente, quebrando todo o silêncio que me consumia.



Imagem: daqui.

8 comentários:

  1. Quando me dei conta do mal que me fazia esse silêncio, o evitei ao máximo. Apesar de ser uma dor mais facil, ela é muito mais intensa. Agora, quando preciso me proteger, procuro a fortaleza de meus amigos. Eles nem sempre são os lugares mais seguros, mas nunca me deixaram desconfortaveis ou me iludiram com uma fuga de meus problemas....

    Suas linhas me lembraram uma musica:
    http://www.youtube.com/watch?v=p4LvX_C-mA4&feature=fvst

    Gostei muito... Muito lindo.


    Meu Blog a quem quiser visitar:

    http://codignolle.blogspot.com

    Meu Twitter a quem tiver:

    http://twitter.com/guicodignolle

    o/

    ResponderExcluir
  2. é muito difícil quando alguém nos faz enxergar uma verdade que não nos era clara.
    Talvez por se contentar com o pouco de felicidade que tínhamos, nem notávamos o outro sempre triste.

    ResponderExcluir
  3. Lu, o texto é a descrição do que tem rolado comigo essa semana. Um cansaço de existir que a gente sem perceber acaba descontando em quem faz tudo valer a pena. Aí ele vem com um jeito sincero que me cativou e me faz chorar, diz o que eu preciso ouvir - ainda que de uma forma dura - e aí me faz sorrir por um motivo apenas - mesmo eu estando chata, cansada e sem o mesmo calor de antes, ele me ama.


    Lindo texto.

    Bjos, bom final de semana.

    ResponderExcluir
  4. Muitas vezes digo a mesma coisa, mas não podemos desistir.. muito menos cansar do lugar onde, felizmente ou não, pertencemos.

    "Canso do mundo e me dou por vencida...."

    ResponderExcluir
  5. o texto tá bonito, mas cara, to há horas ouvindo essa musica. haha é nova pra mim D:
    MORRI.

    ResponderExcluir
  6. não desista minha querida.
    não se perca por aí.
    não deixe o silêncio te levar pra longe.

    ResponderExcluir
  7. me traz de volta, esperança minha.

    bonito, com a beleza estranha que as coisas cinzas conseguem ter.

    :*

    ResponderExcluir