Contrário

by - 14:31



"O que será que é o contrário de amor?"
(do teaser do filme "Como Esquecer")


Pode ser ódio, falta de afinidade e distância. O contrário de amor pode ser caminhos opostos, cada um para um lado e olhares que não mais se encontrarão. Pode ser ponto final ou reticências, um encontro no infinito. Talvez seja nada ou, quem sabe, talvez seja tudo. Superação. Reviravolta. Tempo.

Talvez aquele amor todo continue sendo amor que se transformou em outra coisa qualquer e não perdeu a essência de cuidado e atenção para com o outro. Talvez tenha virado uma amizade mais colorida do que o normal, daquelas que preenchem qualquer vazio e iluminam tardes cinzentas. O contrário de amor pode simplesmente ser roma, em uma alusão àquele lugar lá que Nero queimou no seu surto narcisista por algum motivo que não lembro mais, pois história é uma matéria interessante, mas ficou no passado e sem registro decente na memória.

O contrário de amor pode ser qualquer coisa indefinida, ponto de chegada ou talvez, dependendo do caso, ponto de partida.




Imagem: 'love or hate', por *paulie-nka.

Você também pode gostar

13 comentários

  1. Lu, falta de afinidade e distância tem sido elementos do meu amor.. é possível? Ou isso é ocontrário de amor? Ou é só uma amizade colorida em tons de cinza?

    Adorei o texto!

    bjos

    ResponderExcluir
  2. No momento meu amor é ao contrário, só espero que ele seja como você disse : 'ponto de partida'.
    Gostei muito do texto, aliás de todos, parabéns.

    Beijo ;*

    ResponderExcluir
  3. Oi Luciana!
    Nossa, fiquei aqui pirando no 'contrário do amor'! Às vezes o que parecia amor poderia ser já o contrário dele... não sei!!!
    Gostei muito!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  4. "O contrário do amor pode ser qualquer coisa indefinida", assim como o amor: coisa que não conseguimos definir, apenas sentir. São os opostos que se atraem, pois se igualam em algum momento... O contrário do amor pode se aproximar do primeiro quando menos esperamos... Talvez eles andem de mãos dadas pela praça e nós que não notamos ainda.

    ResponderExcluir
  5. Primeira vez que visito teu blog, adorei, voltarei sempre!
    Beijos, to seguindo

    ResponderExcluir
  6. O contrário de amor é o que você falou sobre caminhos opostos.
    Lindo texto, reflexão... conheço pontos de partidas e caminhos opostos, talvez conheça bem esse contrário de amor.

    ResponderExcluir
  7. Muito bom, like always.
    Mas acho que o contrário do amor é a total indiferença.
    =***

    ResponderExcluir
  8. Não sei, mas me agora me ocorreu que o contrário do amor é dor.

    Belo post, Lu.
    =*

    ResponderExcluir
  9. Ótimo texto!
    Assim como o amor pode ter diferentes definições, o seu contrário também. O amor é tudo e nada. O contrário do amor também!

    Adorei!

    =]

    ResponderExcluir
  10. Vou te dar uma dica, mas ela não precisa ser seguida, siga sempre assim viajando na maionese, porque a sua viajem também passou a ser a minha, e eu adorei refletir a partir das suas palavras!

    Abraços Imundos.

    ResponderExcluir
  11. Pode ser qualquer coisa proque o amor também pode ser qualquer coisa.

    Adorei seu texto. Adorei teu blog. Tão organizado e sincero :D
    Farei de tudo pra voltar mais vezes.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Ah, o contrário de amor pode ser qualquer coisa, dependendo do momento. afinal 'amor' é um sentimento tão indefinido quanto 'nada'. ele vai ser o que você quiser que ele seja.

    ResponderExcluir
  13. Luuuuuu!
    Texto e imagens perfeitos. Muito legal. A referencia a Roma foi o ponto mais alto desse texto. Parabéns, Bju.

    ResponderExcluir