À dois

by - 20:32


"Eu experimentei uma sensação
Que até então não conhecia
De se querer bem
De se querer quem se tem..."
('Tão Bem' - Lulu Santos)


No início era amizade colorida desde sempre. Verdade que não se conheciam mas, de alguma forma, algo já os unia e o que faltava era apenas um empurrão. Talvez fosse essa coisa de destino, sintonias cósmicas, vidas passadas ou sabe-se lá o quê. Sabe-se, somente, que naquele primeiro 'oi', um mundo de lembranças e intimidade se abriu diante deles como se já se conhecem desde o berçário.

O que veio depois, rápida e arrebatadora, foi a paixão. Revolucionária, levou embora o pouco de sanidade que ainda tínhamos. Era um turbilhão. Borboletas em festa, bagunçando o estômago e dando aquele frio na barriga. Eram mais semelhanças aparecendo, dias que passavam na velocidade da luz e o coração batendo a sei lá quanto por hora. Foi festa, carnaval fora de época e verão em pleno inverno. Um "nós" contra o mundo, adolescência aos vinte e pouco.

No tempo que passou, bateu a calmaria e as folhas se assentaram no chão. Não foi fim de festa, foi o sentimento se modificando, paixão virando amor e revolução virando evolução. Foram planos surgindo no papel e depois saindo deles. Adolescência saindo de cena e o novo se descortinando diante dos olhos. Foi o encontro das retas no infinito, a descoberta de que ser cuidado é bom, cuidar é bem melhor e a união dos dois leva a um estado de êxtase indescritível. Foi e ainda é brilho intenso, vontade de quero mais, união de cores e desejo de continuar assim até o fim.


_____________________________________
Voltando aos poucos.
Agradecimento especial ao Fernando, que me dedicou um selo.
Beijo pra quem é de beijo.
E um abraço, daqueles que aquecem a alma.



Imagem: Isabella.

Você também pode gostar

11 comentários

  1. que lindo isso *-* Que o amor seja sempre assim, arrebatador, e que permaneça mais forte com todas mudanças, ou melhor, evoluções.

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto! Lindos detalhes! Tinha até esquecido comó é que a gente fica quando encontra alguém que desperte todas essas emoções na gente *-*

    ResponderExcluir
  3. gostei muito!
    parabéns


    beijos ;*

    ResponderExcluir
  4. ai Lu, cade essas mil revoluções que se transformam em calmaria que nunca chegam pra mim


    vejo que vc tá bem, né?
    saudades que eu tava de te ler, imeeeensas. fiz bem deixar meu olhar aqui hoje.

    ResponderExcluir
  5. Ai, tão gostoso essa evolução de paixão para amor, mas confesso gostar da intepestividade da paixão. rs
    BeijO Lux quiamo

    ResponderExcluir
  6. Ótimo texto. Fala da paixão com tantos detalhes, até quando ela chega em seu ápice, virando amor :)
    Estou seguindo

    bjs e boa semana

    ResponderExcluir
  7. aaaah que liindo *-*
    adorei o blog! Virei seguidora.

    ResponderExcluir
  8. Lindo como sempre teus textos. E o amor é uma temática presente nas suas linhas. Estou com um velho-novo amor batendo em minha porta, espero que der sorte dessa vez e fique!


    Beijo & Abraços.

    ResponderExcluir
  9. É tão bom fazer planos com quem se ama né?

    Bjim é ótimo texto

    ResponderExcluir
  10. Crianças já adultas, birrentos tão serios, alegres cheios de manhã, corre-corre e ficar assim paradinhos no aconchego do nosso abraço, bobos, nos dois... feitos de um...
    ...um amor de dois.


    Te amo! minha pequena!

    ResponderExcluir
  11. tão puro e sincero, tão lindo.. tão em aberto deve ficar.

    ResponderExcluir