Da inveja ao ciúme de ti

by - 19:38

'hug', por ~negativespace341



"Hoje eu quis brincar de ter ciúme de você
Mas sem porque meu coração me avisou que não
Fingi na hora rir
Talvez por aqui estar tão longe de você pra te dizer"
('Fingi na hora Rir' - Los Hermanos)


É estranho sentir que algo pode tomar conta da nós contra a nossa vontade. Sentimentos que existem só para nos fazer pensar. É Pequeno, preciso te confessar algo mais. Por que tu sabes que não somos perfeitos e, pelo contrário, estamos longe disso. Temos nossas diferenças e pequenas futilidades que me fazem pensar. Tu bem sabe que eu vivo maquinando pensamentos na minha cabeça e só tu consegue fazê-los sumir.

Dizem que existe inveja boa, mas não acredito. Inveja é uma só e eu admito que, às vezes, sinto um pouco dela. Inveja de quem te vê acordar e de quem te dá o primeiro 'bom dia'. Inveja de tomar café contigo e te ver com cara de sono e o cabelo desarrumado. Também tenho inveja de quem pode cuidar de tu aí de perto e de quem pode te tocar a qualquer momento.

Tenho inveja de quem pode te ouvir a qualquer hora e brincar com o timbre da tua voz que tanto amo. Inveja de não poder sair contigo para os lugares que tu gosta e inveja de não poder saber como é teu rosto enquanto dorme.

Além da inveja, também sinto ciúme das pessoas que podem tudo isso. Ciúme de todas que podem te ver ao longo do dia e de todas que tentam te conquistar com um sorriso. Tenho ciúme de quem te chama para sair e tem a oportunidade de te ver como já te vi algumas vezes: bobo e brincalhão. Sinto ciúme de quem pode cuidar de tu, mesmo contra a tua vontade.

Às vezes, inveja e ciúme tomam conta de mim. Sinto tudo aqui e dá saudade também. Disfarço um sorriso e não nego ser boba por ter pensamentos assim, mas eles existem e eu tenho vontade de te guardar em um potinho só para mim, longe de qualquer um, além de mim, que possa te ter perto. É meu pensamento errado e egoísta, que me faz ver que não quero te perder nunca e que meu amor é só teu. Assim como o teu é meu.



Você também pode gostar

15 comentários

  1. é a vontade de carregar a pessoa que se ama em uma caixa de vidro e ali deixá-la, nem que seja só pra olhar as vezes, quando saudade bater! e quer saber, acho que no amor tudo vale :x lindo texto Lu, tava com saudades de toda a poesia daqui ;] beijos :*

    ResponderExcluir
  2. Naquela caixinha Lilás...

    Te Amo! Minha Pequena!


    jaja!

    ResponderExcluir
  3. Se adequaria perfeitamente em mim se trocasse o 'Pequeno' por 'Meu gigante'. Doce e egoísta, bem como eu! Encontrei-me.

    Adorei aqui, com toda certeza voltarei.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. a inveja se torna poético. fato!

    belo texto

    ResponderExcluir
  5. li meus sentimentos em cada verso, se nao fosse tao cabeça dura, até chorado tinha ao ler.

    ResponderExcluir
  6. Devo confessar que tenho muito desse ciúme também, sabe?
    Ela me consome. Tenho vontade de vê-lo e sei que outras pessoas podem vê-lo, me dói.
    Mas sei também que só comigo que ele passa a manhã inteira e o restinho da noite conversando, conectado, rs.

    ResponderExcluir
  7. A distancia da inveja para o ciúmes é muito pequena!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. A regra é basicamente a seguinte: noite de verão, paixão avassaladora e cama vazia. Mas se você quiser, pode seguir só os primeiros =D

    ResponderExcluir
  9. Ah, que lindo.
    Estes sentimentos podem ser negativos, mas são totalmente humanos e se controlados não fazem mal, pelo menos não ao outro.
    Pelo menos demonstra claramente uma coisa, que queremos a pessoa amada sempre junto de nós, e que zelamos por ela. E isso um carinho enorme, que o outro pode ver desta forma. ^^
    Beijos mamis!!

    ResponderExcluir
  10. Linda,
    Conversei com os outros blogueiros da postagem, e acho melhor que tenha o mesmo desfecho. Senão, não será um amor de verão. Será eterno, hein?

    Aguardo ansiosa tua postagem.

    ResponderExcluir
  11. Faz seguinte: faz relacionado. Se é de verão tá valendo. Coloca o mesmo título, falou? Os textos diferem mesmo. Posta logo que estou louca pra ler.

    Hehhee

    ResponderExcluir
  12. Lux, minha amada... quando se ama somos mesmo egoístas, neah?!
    Quanto ao ciume... prefro não comentar pois esse sentimento transborda em mim.

    Saudades

    BeijOs meus

    ResponderExcluir
  13. Bem sei do que vc fala... tive que sentir muito isso até ter o prazer de poder viver este sentimento de fato,e afirmo, veementemente, que isso tem um nome: AMOR!

    ResponderExcluir
  14. Esse post me fez lembrar de uma pessoa q gosto mais infelizmente n posso ter, aunica maneira em que tinha se perdeu, acabou, agora nem palavras tenho mais.
    E tudo que vc descreveu no começo é o que eu sentia e sinto, perdi mais nem tinha como lutar.
    O final já nem sie se existe o amor dele, mas o meu aidna existe...
    adorei seu blog
    beijos

    ResponderExcluir