Para uma avenca

by - 13:37

'Love is big', por ~Inutilll



"eu compreendi a tempo que você precisava de muito espaço"
(Caio F. Abreu)



Sem pretensão alguma, deixou que ele tomasse conta dela. Não perguntou nada além do óbvio, perguntas clichês de quando se conhece alguém. Horas e horas de conversa. Papo de botequim cheio de risadas e detalhes que se combinavam cada vez mais. Coincidências. Seu azul era fascinante, mas ela não estava disposta a se render assim.

Ele era como avenca que crescia sem parar, tomando conta de cada recanto dela. Perdia o controle e só sabia gostar. Tudo era agrado e não havia ponto que gostasse menos. Era todo perfeito a seus olhos. Juntos, cultivavam seu jardim de lírios brancos e cerejeiras róseas. Eles eram, também, flores. Formavam, aos poucos, um casal. Culpa dele, ela dizia.

No encontro deles, tão esperado, foi impossível não tornar-se um pouco louca. Ele havia crescido de tal forma que era impossível arrancá-lo de dentro dela e nem ela queria isso. Abria todas as portas e janelas só para que ele crescesse mais e mais, sem fim. Para sempre. Tudo servia de alimento para seu amor.

Em uma noite distraída, uniram-se ainda mais. A voz dele mostrava a direção e ela seguia. Ele conseguiu, tomou de vez o corpo dela e nada mais os separaria. Eram um só, o sentimento. Amaram-se ainda mais enquanto lá fora, mais uma estrela dormia.



Você também pode gostar

13 comentários

  1. E com muitas palavras em cada olhar ela o levou além, daquele simples por do sol, e caminharam pela noite, apenas ao som do coração e a sincronia da respiração.


    Te Amo! pequena!

    ResponderExcluir
  2. o que eu posso dizer?
    que torço pra que esse reecontro seja logo.
    mas Lu, vc sabe que essa distancia torna todo esse amor mais belo?

    selo pra vc no blog flor.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Há sentimentos que não permitem compreensão ou julgamentos... tonrnam-se mais fortes que a nossa possibilidade de agir ou pensar! Lindo texto, parabéns!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. São nos encontros despropositais, numa conversa quase que destraída que descobrimos quem pode nos fazer nosso coração bater mais forte... Agir naturalmente, deixar a vida levar pode revelar grandes surpresas...e o amor é bem assim chega sem querer e quando menos percebe já faz o coração tremer de alegria.... Que tudo continue perfeito assim. Beijos adorei o blog.

    ResponderExcluir
  5. sim sim sim..
    rs. ouvi falar e muitão..
    fiquei boquiaberto mas depois do que li aqui cai.!
    rs.
    amo tudo isso.

    agora falta conhecer o tão admirado adriel.
    um grande abraço.
    já ganhou os meus olhares.

    abraço.

    ResponderExcluir
  6. td qe acontece com amor, é tdo mais lindo :)

    ResponderExcluir
  7. Lembrou um poema de Caio F. Abreu. Perfeito, flor.

    ResponderExcluir
  8. AI
    MEU
    DEUS
    DO
    CÉU!

    Que coisa linda foi essa, Luciana?
    E o final? Perdi o fôlego.

    Ando procurando tanto, alguém que cresça dentro de mim. Assim. Desse jeito que você escreveu.

    Beijão :*

    ResponderExcluir
  9. Esse amor de calar a natureza. Encantado por si só. E invejável, no melhor dos sentidos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Lu...queria dizer que amo as coisas que tu escreves, tuas palavras falam pelo meu coração!
    e queria dizer que às vezes pego trechos emprestados teus, mas sempre te dou os créditos!
    Parabéns moça!

    ResponderExcluir
  11. Adorei seu blog flor, too seguindo.
    bjus ;*

    ResponderExcluir
  12. Primeira vez aqui!

    Nossa que lindo o texto... quero que um romance começe assim comigo tb.

    Desde já, te sigo!

    bjus

    ResponderExcluir