Eu sou assim

27 de novembro de 2009 //
'The Dreamer', por ~zencefilruhu


"Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher
Sou minha mãe e minha filha,
Minha irmã, minha menina
Mas sou minha, só minha e não de quem quiser
Sou Deus, tua deusa, meu amor"
('1º de julho' - Renato Russo)



Admito minha inconstância como quem joga verdades por aí. Vivo cada fragmento de tudo do melhor jeito que possa fazer e sofro de arrependimentos caso algo dê errado. Tenho manias, como todo mundo e vivo na base dos conflitos neuróticos que habitam minha mente. Sim, às vezes me vejo como se estivesse na época vitoriana em meio aos quadros de histeria da época. Puro resultado dos conflitos.

Tenho ataques de felicidade e saio distribuindo sorrisos gratuitos por aí, como quem colhe flores sem esperar nada em troca, apenas a beleza do jardim. Também tenho rompantes de agressividade e minha paciência vai para o espaço na velocidade da luz. Eu bem que tento controlar, mas geralmente não dá certo. Por sorte tenho apego a coisas materiais e isso me impede de atirar objetos e descontar minha raiva neles. Guardo-a para mim, me tranco no meu mundo e fim.

Às vezes meus olhos repletos de estrelas se enchem de nuvens carregadas e tudo que consigo sentir é a tempestade e a chuva que teima em deles cair. Chovo bastante e tenho meus momentos mulherzinha frágil que quer colo e consolo. Sou múltipla, poucos entendem. É nessas horas que corro para aquele abrigo só meu, Ele.

Já tentei achar explicações para o que sou eu e não cheguei a conclusões, por que sou mutante e ao final disso já não sou mais o que era quando comecei. Não consigo mais me esconder, me revelo e pronto. Aprendi que é impossível agradar a todos e por isso me importo em agradar quem amo sendo eu mesma.


15 comentários:

  1. Sintetizando: humana ao extremo!
    Que belo LU!

    Proposta indecente lá no nosso blog querida, tenho certeza que você seria perfeita!

    ResponderExcluir
  2. esses seus "defeitos" te fazem ser mulher

    ResponderExcluir
  3. e é muito bom agradarmos sendo nós mesmos, nos sentimos vivos, livres, unicos e muito bem recompensados depois de tantos altos e abaixos vividos internamente em nosso eu lirico.

    ResponderExcluir
  4. mas nunca deixando se mantém a essência que cada um de nós temos.

    parabéns pelo texto, beijão.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, é sempre bom ter pra quem correr nas horas dificieis, adorei o que li.

    ~Até a próxima, visita meu blog hein... faltam dois posts pra eu encerrar o ano.

    *DB*

    ResponderExcluir
  6. Me identifiquei totalmente.
    Sou exatamente assim tb, e acho isso bom. Ser sempre do mesmo jeito, ter sempre o mesmo temperamento e os mesmos sentimentos deve ser chato. Quem vive em mutação cresce e evolui mais rápido, eu acho pelo menos.
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. tudo-junto: Minha Vida, ao nosso extremo do amoR.
    A pessoa que não tem medo de ser humana e não esconde como é, e quem é. És a Luciana unica, é o meu AMOR!
    Te Amo! pequena! AMO!

    ResponderExcluir
  8. você é singular. é isso que você é. e eu também sou, porque sou eu aí nesse texto, rs.

    beijos Lu!!!

    ResponderExcluir
  9. Sou tão você também, rs.
    Acho que temos as estações do ano dentro de nós.
    Adorei o texto Lu. De uma verdade incrível.

    ResponderExcluir
  10. O mundo é instável e a cada dia o mesmo sol nasce diferente e renasce do mesmo jeito e isto é contraditório? Há caos e cosmo e desconfie de quem lhe disser que é só uma coisa. Estáveis instáveis são os melhores.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. são paulo não é flor que se cheire mesmo... mas fazer o quê, estamos com esse monte de limão na mão, o jeito é fazer uma caipirinha ;) rs
    que legal seu blog, vou dar uma olhada... (nossa, eu não sou tão apegado aos bens materiais, será por isso que quebrei uma vassoura de raiva no sábado? haha)

    ResponderExcluir
  12. metamorfose, inscosntâncias, mudanças...todos nós temos um pouco!

    ResponderExcluir
  13. Caramba, adoreiii seu texto!
    Me identifiquei demais com ele! Você é muitoo parecida comigo, muito mesmo!

    Gostei mais ainda da forma que você expressa suas emoções em palavras.

    Gostaria muito que você visitasse meu glamour.

    Bjinhus =)

    ResponderExcluir