Confesso...

by - 21:19

'More than a woman', por ~shantaycinnamon



"Meu coração é um cálice de cristal puríssimo transbordante de licor de strega".
(Caio F. Abreu, em 'Na terra do coração')



Sinto uma enorme necessidade de te confessar algumas coisas. É uma vontade como fome, que precisa ser saciada senão provoca danos ao organismo. Sabemos tantas coisas um do outro, nos lemos nas entrelinhas e nos sentimos que nem música. Mas, ainda sim, preciso te dizer pequenas futilidades de mim. Detalhes, defeitos e até, quem sabe, qualidades.

Sou chata. Isso é claramente perceptível, basta reparar com olhos atentos e vai notar que sou
extremamente chata. Somado à essa chatice, está o meu detalhismo. Reparo em tudo e facilmente consigo não gostar de algo. Fico "abusada".

Não gosto de incertezas e imprevisibilidades, não sei lidar com elas. Completando, sou pessimista também. Não sou delicada. Detesto muita maquiagem e extravagâncias, prefiro ser discreta. Meu lado menino é muito forte e eu adoro brincadeiras e coisinhas mais brutas, como animes de pancadaria. Só para constar, amo Bleach.

Tenho uma estranha mania de organização. Gosto da cama arrumada, de ter um travesseiro só meu e que ninguém mais use ele. Tenho ciúme das minhas coisas e só eu posso riscar meus livros, que por sinal são marcados com grafite e régua para ficar organizado.

Confesso também que mudo rápido demais. Não me considero nem "de lua", por que mudo mais rápido do que ela, que ainda passa sete dias em cada fase. Sou quase bipolar com períodos rapidamente alternados entre a depressão e a mania. E ninguém me segura nas fases maníacas. Sou de extremos, pólos opostos, verão e inverno, tudo-numa-coisa-só: vermelho.

Por outro lado, também tenho um coração enorme, com bastante espaço para as pessoas que gosto. Para você, um lugar todo especial e cheio de amor. Gosto de mimar, fazer pequenas bobagens só para dizer que gosto. Adoro cuidar, talvez um lado mãe que exerço às avessas, já que ter filhos ainda está fora da minha lista. Guardo sempre o meu melhor sorriso para quem chega perto de mim, gosto de divertir e o sofrimento dos outros me faz querer ajudar. Deve ser por isso que escolhi fazer o que faço: psicologia.

Enfim, confesso o ponto primordial e uma das melhores coisas que há em mim hoje em dia e que cabe em duas palavras sem tamanho: te amo!


- Luciana Brito -


Você também pode gostar

8 comentários

  1. E sabe, Eu Amo Tudo isso!, amo tudo, nem eu sabia que era capas de amar tanto assim alguem, mas eu amo, Amo desses tantos jeitos que só tu sabe ser, e é... Luciana Eu te Amo!

    ResponderExcluir
  2. Aiiin Luh hoje foi tocante, Foi muito lindo e leve, e profundo... Foi tudo hoje..! Eu também me considero quase Bipolar. xD

    Beijooos Luh !

    ResponderExcluir
  3. Obrigado você vc tbm escreve muito bem os seus texto são gostosos de ler e tem reflexão...
    Parabéns mais uma vez.. um grande beijo até mais!

    ResponderExcluir
  4. E é tão nos abrirmos, confessar o que tiver que ser confessado e ainda assim, ver a pessoa ali do seu lado, lhe sorrindo e dizendo: "eu sei disso, e é por isso que te amo..." ;)

    Lindo texto! Esse e todos os outros :* Parabéns

    ResponderExcluir
  5. Pra amar, você tem que ver além dos defeitos.
    Você é vista, e amada.

    Eu me emociono lendo seus textos.
    Porque ler algo tão real, me faz acreditar, que o amor, puro e simples, existe.

    E você tá aí, pra provar isso.


    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Ain que lindos!
    Os defeitos fazem parte, e as vezes é visto como qualidade por quem nos ama, já que é uma das coisas que nos define, que nos torna únicos.
    Eu amo tanto os defeitos daquele que amo, quanto as qualidades... As vezes é o que mais nos prende um no outro, vai saber!
    =***

    ResponderExcluir