Antes que termine o dia (A carta)...

by - 17:18

'It's the end', por ~maliki778


De uma forma inadequada para a ocasião, preciso dizer-te tantas coisas que não chegariam a caber nesse papel. E nem eu teria paciência para tantas letras, palavras, frases, seqüências e repetições. Por que sim, tudo que venho te falar já é, de fato, bastante conhecido. Não queria que fosse dessa forma e isso é bastante clichê, mas é a verdade. Esperaria ficar mais calma se isso fosse ajudar, mas não iria, pelo contrário, talvez eu nem tivesse coragem e morreríamos no marasmo da estática.

Chega um momento em que não é possível ficar brincando de somente sonhar. Cansa. E eu cansei. Cansei de você todos os dias tendo seus pequenos ataques histéricos por motivos fúteis e eu, amante compreensiva, colocando panos quentes, conversando e dizendo que 'não é bem assim'. Você me sufocou. Eu também me sufoquei, me anulei. Éramos dois ingênuos e eu ainda esperava mais de você. Pequenasesperanças que morreram de fome. Meus olhos já não encontravam o brilho do teu sorriso e nem a compreensão dos teus braços. Éramos um jogo de palavras sem resolução ou expressão melhor. Ilusão.

Pareço fria, eu sei. Porém, já chorei horrores pensando na tua reação, mas, pelo menos uma vez na vida, resolvi pensar mais em mim do que em você. E não venha me dizer que é egoísmo, por que você também tem muito disso aí dentro. As palavras me colocam na posição que quero e por isso prefiro a carta às conversas cara a cara, onde choraríamos em excesso, você falaria em morrer e eu me sentiria culpada forever. Não quero isso, de quê adiantaria? É preciso reconhecer quando o encanto acaba. E é fundamental admitir a parcela de culpa que cabe a cada um.

Seguiremos cada qual o seu caminho e isso será o melhor. O dia está terminando, assim como nós. É o pôr-do-sol do nosso amor que se encerra junto com o dia, na expectativa de que amanhã, com um novo céu azul, retomemos cada qual a sua vida. Não te quero mal, só não dá mais. Foi bom enquanto durou, lembranças ficaram e aprendizados também. No mais, adeus.




Ps.: A carta acima foi escrita como proposta de um meme que está circulando pelos blogs. Recebi a missão (quase impossível) da Mila, do 'Em cima do salto agulha' (quiamo forever!). A missão era escrever uma carta terminando um relacionamento. Segundo fontes (haha!), a ideia do meme foi inspirada na exposição de Sophie Calle chamada "Cuide de você" (joguei no Google xD), que convidou 104 mulheres a interpretarem um e-mail de seu ex-namorado que quis romper o relacionamento de ambos. Tenho que repassar o meme para cinco pessoas que escreverão a carta rompendo um relacionamento e dando uma curta explicação do babado todo. Cá estão elas: Cah ('Caminhos de Camila'); Maiçá ('Sentimentos declarados'); Tatá ('Palavras Internas'); Sam ('Meio bossa nova e rock'n roll'); Jayammm ('Líricas'). Bem, é isso!

Você também pode gostar

12 comentários

  1. Então que eu realmente cheguei a crer na emoção da tua carta!
    Gostei do desafio!
    Vo fazer na hooora!

    ;p~

    ResponderExcluir
  2. No mais Adeus..! Ficou muito bom Luh !

    Beijooos

    ResponderExcluir
  3. vooocê escreve MUITO x) adooorei a carta, apesar de ser O fim de uma história, seje sobre o começo de muitas outras haha x)

    ResponderExcluir
  4. Amiga! A típica carta chute em cachorro morto.
    Eles merecem, eles merecem!

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que li algo assim em outro blog. Cheguei até a escrever uma carta acabando com um relacionamento. Seria mais ou menos assim:

    "Cara Fulana,

    Deixei as suas coisas com a sua vizinha, já que você não estava quando eu passei na sua casa. Depois eu passo aí mais tarde para pegar as minhas coisas. E quero também a cópia da minha chave. A propósito, a sua vizinha está solteira?".


    Acho melhor quando as coisas são práticas.

    =]

    ResponderExcluir
  6. "Apenas não te quero maaaaaaaaaaais
    Não te quero maaaaaaaaaaaaaaaaaaaais
    Nãaaaaaaao maaaaaaaaaaaaiiiiiis..."

    Lulu Santos, cara. Cantarolei, te lendo.

    Tô brincando, e tal, porque não aguento mais ler essas cartas deprês nos blogs. E Lu, você é a terceira pessoa que me passa essa corrente, sabe? E eu, outra vez, quebro. Eu gosto pra caramba de escrever, criar personagens, imaginar histórias, e tudo mais. Só que o problema é que não consigo ser, sem sentir. E honestamente, não estou no clima pra me vestir de despedidas e amores machucados, ainda que brincando. Não sai.

    Perdoa?

    Um beijo, frô.

    ResponderExcluir
  7. E Fim! né! kkkkk

    Te Amo pequena!

    ResponderExcluir
  8. Bela escrita (apesar de o tema ser tão triste...)! É a primeira visita e gostei muito do seu blog. Estou pondo o link lá no "Escrevedora"... Se quiser fazer o mesmo ficarei grata!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Luciana,

    "Não quero mais seu amor, não pense que eu sou ruim, vou procurar outro alguém porque você não serve pra mim" (Ira!)

    Imaginei a dor da menina que escreveu. Sensação ruim mesmo, sabe?

    Vou ter que quebrar a corrente também, minha flor. Eu já fiz esse memé há um tempinho... Mesmo assim, muito obrigada pelo convite!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. This is the end.
    Maiçá me mandou o meme, e eu tenho uma carta pronta já.hahah

    Mas voce como sempre, até no fim, arrazou com as palavras.

    Beijo querida!

    ResponderExcluir
  11. Despedidas são bem tristes.. Mesmo as fictícias.. i.i
    Pode diexar que eu vou escrever sim, Mamis!
    To só esperando eu escrever algo que preste. XD
    =*** <3

    ResponderExcluir
  12. Juro, nunca lhe algo tão lindo, real e verdadeiro, e que por coincidência talvez, parece exatamente com o que estou vivendo nesses últimos dias, porém, com a história invertida. 

    Maravilhoso, parabéns pela postagem! http://viaspensantes.blogspot.com.br/ 

    ResponderExcluir