Opostos que se atraem...

5 de julho de 2009 //
Imagem por Kurt Halsey.



"Na sua calmaria
Eu ia ser vulcão...
E quando o sol se for
E o frio me tocar
É com você que eu vou estar"
('Quando' - Myllena e banda)



Entre um e outro palpitar do coração, o meu silêncio e a tua voz, meu olhar e teu sorriso, está tudo aquilo que não sabemos explicar mas sentimos que acontece. Tal como na química, onde semelhante dissolve semelhante, são inúmeras as semelhanças que nos unem. Porém, existe nossa física que também teima em mostrar que são os opostos que se atraem.

De um medo meu vem a tua força e aquela segurança que nos leva tão longe, além do pensamento. Na tua calmaria de mar em fim de tarde, quando o sol está se recolhendo prestes a dormir, apareço como vulcão inconstante e prestes a entrar em erupção, talvez mudando a nossa rota ou simplesmente mostrando alguma novidade. E já que és o azul tranqüilo, sou o vermelho dúbio de guerra e amor, onde juntos acabamos na nossa cor de apaixonados, o lilás que existe desde alguns meses atrás.

Existe aquela nossa sintonia inexplicável em que pensamos e sentimos as mesmas coisas e sempre ficamos com medo e rimos muito no final. Talvez sejamos o encontro das duas partes separadas na mitologia do amor, as metades que nos formam como seres humanos amantes que somos.



- Luciana Brito -



Ps: e mais uma vez o amor... aiai! xD


9 comentários:

  1. Aiai! o AmoR! kkk .....

    Esse sintonia! que da medo! kkk
    e causa risos!

    Te Amo!! amo amo! amoooo!
    Minha pequena flor de cerejeira! *-*~

    ResponderExcluir
  2. Assim é o AMOR!
    Quando existe sincronia e sincronismo, não há mais dúvida: é amor, FATO.

    Beijo minha Lux amada
    (L)

    ResponderExcluir
  3. O amor derrete feito sorvetinho no sol de verão... *¬*
    Eu tenho uma visão particular de como um amor da certo: Pessoas com gostos semelhantes e temperamentos diferentes. Os gostos em comum são ótimos de se compartilhar, frequentar os mesmos lugares, ouvir músicas juntos, programas e etc... O temperamento pra mim precisa ser diferente por que um equilibra o outro. Uma pessoa mais calma com uma mais estorada vai bem por que a mais calma traz mais auto controle pra pessoa estorada, e a pessoa estorada traz mais atitude pruma pessoa mais calma e vice versa. Até pq imagina duas pessoas estoradas juntas, seria bem difícil né. Eu sei pq já passei por isso. xD
    Mas é isso, as diferenças temperam a relação! *-*
    Beijocas mamis!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que perfeito.. adorei a parte das cores... o ultimo parágrafo ficou lindo.. como eu queria ter escrito isso. Parabéns.

    ~Até mais ver ;)

    *DB*

    ResponderExcluir
  5. O amor a gente não tem que entender não é mesmo, temos que sentir.!

    Bjooooos Luh !

    ResponderExcluir
  6. Amor mais uma vez, mas dessa vez na cor lilás...
    Bom demais!

    bjuS!

    ResponderExcluir
  7. Sei bem como é isso de sintonia...e como eu sei
    parabens Lu, continua me fascinando com cada linha que escreve...
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Enfim, voltando à blogosfera...

    O amor e suas facetas, dolorosas, calidas, languidas, boas...

    Bjo.

    No meio da lanterna dos afogados
    http://biblinotas.blogspot.com

    ResponderExcluir