Conta pra mim...

14 de abril de 2009 //
Imagem: 'Love' by ~chaoticscreamss



"Canta que é no canto que eu vou chegar
Canta o teu encanto que é pra me encantar
Canta para mim, qualquer coisa assim sobre você
Que explique a minha paz
Tristeza nunca mais"
('Casa Pré-fabricada' - Los Hermanos)




Uma noite, uma conversa, umas vozes e alguma escrita. Te leio nas entrelinhas e no tom sempre sonolento da tua voz. Tu me lê da mesma forma, decifra meus pensamentos e, mesmo com a voz cheia de lágrimas, tu consegues me entender.

Acreditas no que te digo, me acalma... Conversa que ultrapassa os limites, cria intimidade, gera confiança. Saber mais de ti a cada minuto. Desde o pequeno detalhe da forma como penteia o cabelo, até como a vida se dá dentro da tua casa... Quero te conhecer, saber sobre quem és, participar mais da tua vida e nunca mais te largar. Vai, conta pra mim. Fala sem vergonha e com essa tua voz que eu tanto gosto.

Seremos livro aberto e ao mesmo tempo folha a ser escrita. Teus detalhes muito me interessam e não é por mera curiosidade de amante-criança... É por que te quero tanto e preciso te ler e entender todo instante que passa. És para mim um mistério gostoso de desvendar, daqueles que a gente sente ansiedade a cada palavra que lê e espera desesperadamente pelo fim. No nosso caso, sabemos parte desse fim.

Te mostro minhas loucuras vãs, meus detalhes se assim quiseres. Nos explicamos a cada fala, choro, riso e desejo. Reflexos um do outro, lembra? Semelhanças que assustam e encantam. Não há explicação ou lógica matemática que explique.

Vai, liga o áudio, o telefone ou escreve da forma como quiseres... Me mostra o teu lado sem vergonha, aquele que não tem vergonha de falar de si.



- Luciana Brito -

11 comentários:

  1. eu falo..... nada de vergonha ... te falo meu tudo....

    ResponderExcluir
  2. Êeeee Wilson, que coisa linda apaixonada!

    ResponderExcluir
  3. Acho que esse mistério a ser desvendado é que faz com que o amor seja algo tão prazeroso... a eterna busca pela verdade interior incentiva a busca pela felicidade plena!

    ResponderExcluir
  4. Eu tou mto feliz em acompanhar um relacionamento florescer, tou sim!

    quiamoooooo

    ResponderExcluir
  5. Quando a gente ama, disperta aquela sede de conhecer cada vez mais a pessoa que amamos. Queremos mergulhar cada vez mais fundo e quanto mais sabemos, mais queremos saber.

    É lindo isso Lu, aproveite tudo!
    Torço por vcs.

    Beijos! <3

    ResponderExcluir
  6. Quando é amor,
    não medimos as consequências,
    simplismente vamos em frente
    e amamos.
    e não temo obstaculos e você?

    beijo luh

    ResponderExcluir
  7. Seremos livro aberto e ao mesmo tempo folha a ser escrita.. tu disse tudo ai nessa frase..! valeu pelo carinho no meu blog, mas não chgo nem perto do que você escreve..

    bjooo moça :*

    ResponderExcluir
  8. . quanto amor aqui... e a musica do los hermanos? suspiro...!!!

    .
    sempre tão aqui, e tuas visitas no meu canto! ...

    ResponderExcluir
  9. ...cheiro de amor no ar e essa vontade de perscrutar o outro como se nenhum canto pudesse restar obscuro, escapar à atenção desmedida e ao carinho do bem-querer. Talvez seja por isso que queremos sempre desvendar o mistério, desmascarar a esfinge que nos separa daquele a quem amamos, tornar-mos uno-único-amigo-amante, compreender e ser a mão que se estende nas horas difíceis, o abraço apertado que mata a saudade, o de-baixo do edredom quando o frio aperta. Que se fale tudo, que se ponham à mostra todos os segredos de liquidificador. Que assim seja o amor, portanto...

    bju do alex........

    ResponderExcluir
  10. Muito bonito o texto =P

    parabéns!!!

    achei mais um blog para acompanhar x)

    ResponderExcluir
  11. Ai, ai... o amor!

    Ele é mesmo cheio de silêncios e mistérios!

    Beijãooo, Lu! Lindo texto.

    Pedro Antônio

    ResponderExcluir