Seqüestro

18 de fevereiro de 2009 //
Imagem: "curdle", por lorrainemd


Segurando seus suspiros. Trancafiando seus sentimentos. Ela não sabe o que fazer e sente-se num estupor durante alguns momentos de seu dia. Perde-se. Parece que colocaram-lhe óculos-escuros com os quais ela só enxerga a monocromia cinza. Sente-se triste. Uma tristeza que vai além dos limites "aceitáveis". Ela sabe disso, sabe que está com algo enraizado em si mesma.

Uma vilã. Eis o que se encontra impregnado até nas suas entranhas. A tristeza seqüestra os detalhes, leva embora o sorriso, o brilho do olhar, o bom humor... Efetua uma troca injusta. Leva as cores e deixa as dores. Um seqüestro sem resgate.

Tudo fica desorganizado. Ela não sabe como reagir ou o que pensar. Sente medo. Cansaço. Dor. Rende-se às lágrimas na esperança de que aliviem essa tensão, mas de pouco adiantam. Sozinha, olha ao seu redor e só encontra as paredes. Pessoas pintadas em aquarela. Outras feitas de pedra e ainda algumas semelhanças a ela. Mas não é suficiente.

Existe uma prece. Desejos interiores e expectativas.

Está caindo. Rendendo-se aos poucos. Vê a chama da vela se apagando e a escuridão tomando conta. Não sobrará mais a sutil esperança pelo nascer do sol.



- Luciana Brito -


"Engolida pelo som do meu grito
Não posso cessar o medo das noites silenciosas
Oh como eu anseio pelos sonhos do sono profundo
A deusa da luz imaginária

No meu campo de flores de papel
E doces nuvens de canções de ninar
Eu minto dentro de mim mesma por horas
E assisto meu céu roxo voar sobre mim"
("Imaginary" - Evanescence)

10 comentários:

  1. Pessoas pintadas em aquarela... fáceis de dissolver, fáceis de ir embora.
    Beijo, minha modelete!

    ResponderExcluir
  2. Luuu, :(

    Seu post está tão triste quanto o meu, me senti dentro dele viu, acho que ando triste e ler-te me tocou.

    Beijoo.

    ResponderExcluir
  3. Sabe, tentamos dar conselhos, dizer o que pensamos, mas é só um paliativo mesmo, porque pra se livrar dessa tristeza que te corroi tanto depende de você, quando estiver pronta..
    Baci!

    ResponderExcluir
  4. Cecília Meireles....só pode ser plágio! Só pode ser plágio! =)

    Lindo, Lindo, Lindo ....fiquei que nem bobo sabendo que tenho uma amiga artista, tão introspectiva, tão verdadeira e tão talentosa.

    Solta a Fera, Lu!

    ResponderExcluir
  5. Há um ditado que eu gosto muito que diz: "cuidado com os que sofrem. Eles sabem que sobrevivem".

    bjos!

    ResponderExcluir
  6. Nossa! Lindo!!

    Bela sensibilidade ao falar da tristeza, que por mais comum que seja em nossa vida, as vezes é tão difícil descrevê-la e lidar com ela.

    Parabéns, adorei, a imagem também é maravilhosa!
    Beijos! =)

    ResponderExcluir
  7. muito, muito bom o post.
    Parabens pelo blog, volto com certeza.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  8. Existem momentos em que somos comprimidos por algo que sequer sabemos identificar.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  9. muito obrigado é cair na real às vezes é bom.

    olha se render é coisa de gente fraca, jamais devemos desistir, mesmo quando estamos na pior.

    beijo, bom feriado.

    ResponderExcluir