Universo interior

by - 18:47


Universo interior

E tu pisavas nos astros distraída
Sem saber que tua viagem
Nenhum sentido continha
A não ser a descoberta de sua própria menina.

Poeira dos astros nas sandálias trazes
Com teus pés tocados por raios solares,
Machucados e esbranquiçados
Pelas crateras lunares.

O universo silencia o poder
Da tua intensa fragilidade
Cuja essência traduz o sofrer

Dos astros que vivem na remota solidão
Presenciando o negro
Interior de vossa alma.

- Luciana Brito -

Inspirado em um verso da letra "Chão de estrelas", de Orestes Barbosa (veja completa aqui) e no poema de e. e. cummings, musicado por Zeca Baleiro, intitulado "Nalgum lugar" (veja aqui).

Você também pode gostar

1 comentários