A visita...

by - 22:36



Hoje a Saudade bateu em minha porta e trouxe consigo suas amigas Solidão e Tristeza. Elas não são daquelas visitas mais esperadas, mas não consegui evitar que entrassem e tomassem conta do sofá de minha sala. Começaram a conversar comigo e no meio da prosa foi surgindo lembranças e sensações que se misturavam em alegria e dor. A Saudade tomou conta de todo o ambiente com a energia que emanava dela, com a Tristeza e a Saudade não foi diferente, além do ambiente elas contagiaram também a mim.



Foram momentos estranhos, onde eu sentia insegurança, medo e chorava demais. Tentava expulsas as três visitantes da casa, mas elas eram teimosas e não queriam ir embora sem antes terminar a conversa com um belo chá de minhas lágrimas.



Era estranho tê-las tão próximo, mas foi tudo tão intenso e incômodo. A Saudade apertava em meu peito e com isso vinha a Tristeza e a dor de não poder ter aquilo que tanto sentia necessidade. A Solidão me maltratou mais nesse momento, não foi como em suas visitas anteriores.



Após as malditas horas, finalmente Saudade, Solidão e Tristeza resolveram ir embora de minha casa e saíram felizes da vida. Já eu, fiquei aos pedaços tentando me recuperar do efeito de tudo aquilo que havia vivido em poucas horas que pareceram uma eternidade.



Tentei me acalmar, controlar o medo e a dor que sentia, mas não era tão fácil assim. A Solidão devastou minha alma e tudo o que eu queria era poder ter a companhia de quem me lembrou a Saudade. Mas não tenho, só me resta continuar esperando e evitar ao máximo que essas visitantes incômodas voltem. Até lá, continuo aqui, em minha casa, sentada em um grande e vazio sofá.





- Luciana -



Você também pode gostar

0 comentários