Incômodo

23 de junho de 2008 //


Socorro!

Após uma noite longa e a vitória em mais uma batalha, a guerra ainda não está vencida e eis que surge mais um dia de sol. O cansaço está enraizado em seu corpo e mesmo com o calor do dia ela sente frio, um frio tão intenso que seu corpo chega a tremer debaixo das cobertas.

Seu olhar se perde com freqüência e ela mesma se pergunta o que estão a fitar tais olhos tristes. Olha como se houvesse a sua frente um horizonte distante, mas é como se ela simplesmente não enxergasse nada... Durante os breves instantes em que se perde, ela desliga-se do mundo ao seu redor, simplesmente não pensa em nada e sente o mesmo incômodo de sempre.

O vazio toma conta de seu corpo e ela sente algo que não consegue descrever com exatidão, ela só sabe senti-lo. Uma sensação de estranheza consigo mesma, onde velhos fantasmas do passado voltam a atormentá-la. Seria tão fácil simplesmente deixar o passado para trás, mudar e seguir em frente, mas para ela isso não é nada simples, pelo contrário, ela não consegue se livrar da figura que é e que lhe causa tanta aversão a si própria.

Por sempre ter sido pessimista, ela raramente enxerga pontos positivos nos acontecimentos. Dentre tantos questionamentos existentes na sua mente, um ela fixa mais. Finalmente apareceu em sua vida a pessoa que ela sempre esperou e o sentimento que ela pensou nunca poder experimentar verdadeiramente, isso é um motivo de felicidade para ela e a retomada da esperança que ela já havia enterrado. Só que ao mesmo tempo, ela sente como se a felicidade não lhe fosse permitida, são tantas as batalhas a enfrentar, todos os dias, junto com a pessoa especial, eles enfrentam os mais bravos monstros, tudo para permanecerem juntos.

O medo encravado em sua alma intensifica-se e ela se perde na própria dor. Derrama lágrimas todas noites e ela sente-se cansada, gostaria de ao menos uma noite sentir a leveza da alegria e derramar lágrimas somente por bons motivos.

Seguindo a vida sendo levada por ela, seus dias passam e ela sonha com a felicidade futura, felicidade essa que a mantém viva para ficar ao lado do seu amor e ajudá-lo sempre.

0 comentários:

Postar um comentário